carregando
F1

“Nunca imaginei que isso aconteceria”: Hamilton vibra com penta que veio “no meu melhor ano” na F1

Lewis Hamilton definiu o ano do pentacampeonato como o melhor de toda a sua carreira na F1. O piloto atribuiu a conquista à experiência e também ao ímpeto de buscar a evolução como piloto e pessoa a cada temporada. E aproveitou para creditar a conquista à família e à Mercedes

Warm Up, da Cidade do México / FERNANDO SILVA, de Sumaré
2008, 2014, 2015, 2017 e 2018. De todas as temporadas em que conquistou o título mundial de F1, Lewis Hamilton entende que chegou ao seu melhor justamente nesta em que conquistou o pentacampeonato, confirmado na tarde deste domingo (28) com o quarto lugar no GP do México. O britânico, aos 33 anos, admitiu que jamais poderia imaginar um dia chegar tão longe e entrar para a galeria dos maiores pilotos da história da F1.
 
“Eu tentei não permitir a mim mesmo ficar emocionado em público, mas agora eu me sinto muito honrado com essa experiência”, afirmou o novo pentacampeão em entrevista à emissora britânica Sky Sports. 
 
O próprio Hamilton ainda não tem ideia do feito que acabou de realizar. “É difícil ter a dimensão disso no momento, é algo que eu sonhei, mas jamais, em um milhão de anos, eu imaginei que estaria aqui hoje como pentacampeão mundial. Nunca imaginei que isso aconteceria”.
Lewis Hamilton ainda não consegue dimensionar o tamanho do feito que acabou de alcançar (Foto: AFP)
Emocionado, Hamilton tratou de agradecer a todos que, de uma forma ou de outra o ajudou a construir seu caminho rumo ao Olimpo da F1 pela quinta vez.
 
“Sou muito grato a todos que me ajudaram a estar aqui. Os caras [da Mercedes] que estão aqui na garagem, os caras que estão na fábrica que me ajudaram a elevar o sarrafo e levantar este troféu, não teria feito nada disso sem eles. E minha família. Meu pai verdadeiramente acreditou que nós éramos melhores que todos os outros pilotos quando éramos jovens”, recordou.
 
A avaliação de Lewis sobre 2018 é a que, certamente, foi o ano em que chegou ao auge como piloto. Tudo por conta do ímpeto em melhorar constantemente. “Definitivamente é meu melhor ano. E esse é o objetivo. Quando eu conquistei o título no ano passado, foi algo assim: ‘Como vou melhorar? Como posso estar em forma? Como posso estar mais focado? Como posso ser melhor que qualquer outro piloto?”.
 
“Tento ser um filho melhor, um amigo melhor, isso em todas as áreas. Acho que neste ano consegui melhorar em todos esses aspectos, embora não tenha certeza se é algo em relação à idade, mas com certeza a experiência ajuda. Honestamente, eu sinto que fiz o meu melhor neste ano e estou muito, muito feliz pela forma com que isso aconteceu”, vibrou.
 
No fim das contas, Hamilton deixa claro que o penta ainda não é o fim e trata tudo como um impulso para poder melhorar ainda mais. “Espero que isso me impulsione em breve. Definitivamente, me sinto muito empolgado quando penso mais nisso”, finalizou o novo pentacampeão mundial de F1.
 
O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.
 
E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.