Ocon abandona GP no Azerbaijão na primeira volta e critica Räikkönen: “Ele não está onde deveria na Ferrari”

Após incidente na primeira volta, Esteban Ocon condenou Kimi Räikkönen pelo seu abandono. Francês também criticou a postura de Kimi dada a sua posição na Ferrari

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Esteban Ocon foi o primeiro a abandonar o GP do Azerbaijão, neste domingo (29). O francês foi tocado por Kimi Räikkönen ainda na primeira volta e foi forçado ao sair, ao passo que o piloto da Ferrari conseguiu prosseguir, mesmo com danos em seu carro.

Na ocasião, o finlandês tentou ultrapassar a Force India por dentro da Curva 3, sendo incapaz de manter o traçado. Assim, Kimi atingiu o lado esquerdo do carro de Ocon, que abandonou a prova com pesar.

Kimi Räikkönen e Esteban Ocon protagonizaram a primeira batida da corrida (Foto: Reprodução/TV)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Eu não sei o que ele fez, ele soltou os freios e me acertou. É, claramente, uma oportunidade perdida após o grande início do fim de semana. Eu acho que Pérez irá marcar vários pontos, é bom para o time”, disse.

Ocon também lamentou o comportamento de Kimi fora das pistas, afirmando que o Homem de Gelo não está à altura de seu prestígio na Ferrari e criticando seu costumeiro silêncio.

“O que quero dizer para Kimi? Ele não conversa. Ele não está na posição que deveria na Ferrari. Ele errou ontem e errou hoje de novo”, completou em referência ao deslize de Räikkönen na classificação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube