Ocon diz “aprender muito” como reserva da Mercedes e se vê como um piloto melhor

Esteban Ocon teve um desafio diferente ao virar piloto reserva da Mercedes. O francês acredita que se tornou um piloto melhor após horas e horas de dedicação ao simulador e de participação em reuniões de equipe

Esteban Ocon não fica se lamentando por estar afastado do grid da Fórmula 1 em 2019. A necessidade de aceitar o posto de reserva da Mercedes acabou trazendo a chance de desenvolver novas habilidades, consequência de horas e mais horas no simulador. Após alguns meses de trabalho nos bastidores, o francês já se sente um piloto melhor do que anteriormente.
 
“Eu estou aprendendo muito na Mercedes”, comentou Ocon, entrevistado pelo site oficial da F1. “Quando eu voltar, vou ser um piloto muito mais completo. É muito bom para mim estar aqui e já fazer parte da equipe. É uma equipe de tanto sucesso e com tanto conhecimento, e isso não tem preço para mim. Já trabalhei muito em relação ao feedback, só por trabalhar junto à equipe. Na minha posição, não preciso melhorar a performance. Meu único trabalho é andar de acordo com o que a equipe pede no simulador. É isso que estou fazendo nesse momento”, seguiu.
Esteban Ocon evoluiu como piloto reserva da Mercedes (Foto: Reprodução)

Uma das grandes funções de Ocon é ajudar a refinar o acerto do carro. Fim de semana de GP significa trabalho para o francês em Brackley, que trabalha de acordo com o feedback de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas em treinos livres. Foi um exercício de paciência e concentração para Esteban.

 
“Eu certamente vou tirar muito aprendizado disso, pela quantidade de horas que eu passo pilotando. Como piloto, isso também ajuda com o foco. Eu cumpro muitas horas e em diferentes partes do dia. A gente busca 0s1 ou 0s2 ao longo de mais de 200 voltas. É muito difícil, mas é bom e estou feliz com isso”, apontou.
 
Entretanto, os dias de Ocon como piloto ligado à Mercedes parecem estar contados. A publicação alemã ‘Auto Bild’ já afirmou que o francês está próximo de acordo com a Renault, onde formaria dupla com Daniel Ricciardo. Esteban disputou duas temporadas com a Force India, onde causou boa impressão – isso até perder vaga para Lance Stroll ao fim de 2018.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube