Ocon diz que “é difícil digerir” pódio de Pérez em Baku, mas reconhece: “A Force India precisava disso”

Esteban Ocon abandonou na largada do GP do Azerbaijão e, dos boxes, viu o companheiro Sergio Pérez ir ao pódio. O francês ficou feliz pela equipe, mas ficou chateado por ver a grande chance sendo aproveitada pelo companheiro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A Force India conseguiu um resultado importante no GP do Azerbaijão, o pódio de Sergio Pérez, mas que deixou o companheiro Esteban Ocon com sensações opostas. O francês ficou feliz por ver a equipe alcançar um resultado necessário após um começo de ano ruim, mas lamenta que não tenha conseguido performance semelhante.
 
“É difícil digerir, mesmo sendo um grande resultado para a equipe”, disse Ocon, já em Barcelona para o GP da Espanha. “Terminar dessa forma [abandonando] em um fim de semana sólido, com grande ritmo, é duro. Mas precisamos olhar para o lado positivo”, ponderou.
 
Ocon tocou em Kimi Räikkönen durante disputa por posição e foi direto contra a barreira de pneus, abandonando no ato. Pérez, que foi tocado com Sergey Sirotkin na largada, quase teve o mesmo destino, mas aguentou até o fim para tomar o banho de champanhe.
Enquanto Esteban Ocon lamentava a chance perdida, a Force India sorria (Foto: Force India)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Mesmo que lamente não ter a chance de brigar por pódio, Ocon se empolga com os sinais de evolução da Force India.
 
“Foi um fim de semana sólido para nós, com pontos para a equipe. Precisávamos disso, não importa se foi comigo ou com ele, a equipe precisava. É uma pena que eu tenha abandonado na primeira volta porque estava perto do Sergio no começo. Seria terrível se ele também abandonasse porque tínhamos ritmo para andar bem. Veremos se aqui também poderemos dar o passo que demos em Baku. Isso seria importante”, encerrou.
 
Enquanto Pérez soma 15 pontos em 2018, consequentes do pódio, Ocon segue com apenas um, alcançado no GP do Bahrein. Na ocasião, o francês foi décimo.
 
CAMINHO PARA VIRAR LENDA

TRÍPLICE COROA É O QUE SOBROU PARA CARREIRA DE ALONSO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube