Opinião GP: Ferrari tem primeira vitória real da ‘Era Vettel’, bate meta da temporada e renasce de vez na F1

A Ferrari finalmente conseguiu conquistar uma vitória real na F1, desde que entrou em um processo de reestruturação interna. A aposta em mudar nomes e velhos conceitos deu certo, a equipe se fechou em um único objetivo e encontrou em Sebastian Vettel o cara perfeito para guiar o time em uma nova era

A FERRARI ACERTOU A MÃO. Finalmente. Depois de enfrentar uma arriscada reestruturação interna na parte final da temporada passada, mudar nomes importantes, adotar conceitos novos e trazer um jovem tetracampeão para suas garagens, enfim a equipe italiana pode dizer que tomou a decisão mais correta que poderia ter tomada. E a prova definitiva veio com a vitória de Sebastian Vettel neste domingo (20) em Cingapura.
 
Foi o primeiro triunfo real dos italianos em 2015. A esquadra não enfrentou qualquer tipo de problema ao longo do fim de semana, se mostrou forte em todas as vezes que foi à pista e, mesmo com a Mercedes um tanto fora de combate e misteriosamente sofrendo com uma parca performance, o time vermelho se colocou na liderança de maneira pertinente, quase insolente, e não deu qualquer chance para uma tentativa de brilho da Red Bull. 
 
A Ferrari também soube usar ao máximo a melhor característica de sua SF15-T, ou seja, o desempenho no calor e na umidade, além do ritmo competitivo com os pneus mais macios da Pirelli, sobretudo o de risca vermelha.
Vettel celebra com membros da Ferrari (Foto: AP)
Vettel também estava inspiradíssimo. Ninguém andou como ele em Marina Bay. O alemão teve a prova sob controle o tempo inteiro. Os ataques de Daniel Ricciardo foram sempre neutralizados com rapidez, e o trabalho de box foi perfeito. O terceiro lugar de Kimi Räikkönen também serviu de prova da capacidade dos italianos em Cingapura. 
 
E falando em Seb, o alemão parece cada vez mais a peça principal dessa nova Ferrari. Inteligente, o tetracampeão trouxe tranquilidade e a leveza de quem sabe como vencer, mas que ainda quer mais. Sebastian tem apenas 28 anos, está no auge, talvez seja o piloto mais completo do grid atualmente, em que pese a performance quase impecável de Lewis Hamilton nos dois últimos anos com esse poderosa Mercedes. 
 
O alemão ainda tem a paciência, a perseverança e o espírito de equipe a seu favor. A renovação com Räikkönen é apenas mais um indicio do quanto a personalidade de Vettel fez bem ao ambiente ferrarista, que agora mandou embora o ar pesado e político de outrora. A equipe, de fato, reagiu. E essa reação dará ainda muitos frutos.
 
No início do ano, a meta era vencer três corridas. E foi exatamente o que aconteceu — mas ninguém duvida de que uma quarta, quinta vitórias ainda possam acontecer. Hoje, a esquadra é a segunda força do Mundial e a única que realmente tem potencial para ameaçar a Mercedes. 2015, é bem verdade, o título já está praticamente definido em favor de Hamilton, mas 2016 será outra história. E acho que disso ninguém duvida mais.

Opinião GP é o editorial do GRANDE PRÊMIO que expressa a visão dos jornalistas do site sobre um assunto de destaque, uma corrida específica ou o apanhado do fim de semana de automobilismo.

Siga o GRANDE PRÊMIO      Curta o GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube