Otimista, chefe da Mercedes usa audiência “estável” na TV para destacar acertos da F1: “Não está tudo errado”

Toto Wolff, chefe da Mercedes, não acredita que a F1 vive um momento ruim. A categoria é alvo de diversas críticas – carros lentos, corridas chatas, grids diminutos –, mas o dirigente usa os números “estáveis” da audiência na TV para sustentar que o certame vive um bom momento

Parece senso comum entre uma parcela dos fãs da F1 que a categoria não tem mais o charme de outrora. Seja por causa dos carros lentos, dos motores silenciosos ou dos grids diminutos, é comum encontrar alguém que veja muitos pontos negativos.
 
Mas Toto Wolff, chefe da Mercedes, rema contra a maré: segundo o dirigente, a F1 ainda anima uma grande parcela do público – e principalmente por causa de uma possível decadência.
Segundo Toto Wolff, a audiência da F1 na TV conseguiu se estabilizar (Foto: AP)
“Talvez o lema do Bernie seja válido: Você precisa manter a F1 no noticiário. Pode ser positiva, pode ser negativa. Mas em geral é controversa e polarizadora, e é isso que a torna excitante”, analisou Wolff.
 
E Toto usa números da audiência de TV da F1 ao redor do mundo para sustentar seu argumento.
 
“A F1 está em uma boa posição, já que estamos conseguindo aumentar a audiência da TV em vários mercados importantes. Naqueles que não crescemos, tem razões. Espanha é um bom exemplo, já que o herói nacional não está competitivo”, argumentou.
 
“Estamos fazendo isso (aumentar a audiência) em um mercado decadente. A TV tradicional tem uma parcela de mercado decadente em oposição ao mundo digital, mas nós conseguimos seguir estável ou até crescer um pouco, o que é encorajador”, continuou.
 
Em uma teórica boa fase, Wolff vê um esporte que acerta mais do que erra. Mas o dirigente da Mercedes não quer a zona de conforto. Segundo Toto, o certo é tentar melhorar sempre.
 
“Não está tudo errado. Não parece que tudo que fazemos está errado, mas você precisa se questionar sempre, assim como o esporte como um todo, para melhorar”, concluiu
 
Depois de longas férias, as atividades da F1 recomeçam no próximo final de semana, com a disputa do GP da Bélgica, no tradicional circuito de Spa Francorchamps.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube