Pérez exalta melhor ano da carreira e dá aval a possível acordo entre Force India e Aston Martin: “Seria muito bom”

Sergio Pérez faz uma ótima temporada com a Force India. Ainda tentando garantir o quinto lugar no Mundial de Construtores, o mexicano avaliou positivamente um possível acordo entre o time anglo-indiano e a Aston Martin

Sergio Pérez é um dos destaques da temporada 2015 da F1. Nesta quinta-feira (12), em Interlagos, o mexicano comentou diversos assuntos, entre eles a sua ótima forma, o possível acordo entre Force India e Aston Martin e o quanto o GP do México pode servir de exemplo para outras etapas do calendário.
 
Logo de cara, Pérez falou sobre sua evolução enquanto piloto, a forte temporada que faz e o quanto a conturbada passagem pela McLaren acabou interferindo em sua formação.
 
"Desde que cheguei aqui, eu me sinto muito confortável. Eu acho que estou no melhor ano da minha carreira. Estou mais maduro, sei o que preciso fazer para obter o melhor desempenho do carro, para terminar as corridas. Eu aprendi com meus erros. E É claro que a equipe teve a ver com isso. O carro também é melhor. A segunda parte da temporada foi muito mais forte, especialmente. Quando olho para trás e vejo o meu tempo na McLaren, sei que aquilo me custou tempo para recuperar a confiança. É claro que lá não foi fácil, o carro não era muito bom, mas eu tive boas performances, apesar dos problemas internos. Acho que saí no momento certo de lá. Mas agora estou muito bem, confiante e curtindo mais a vida. Os resultados estão aí", disse.
Sergio Pérez é um novo e muito melhor piloto na Force India, segundo sua própria avaliação (Foto: Force India)
Ao GRANDE PRÊMIO, o mexicano explicou que a meta da equipe para o GP do Brasil é já garantir o quinto lugar no Mundial de Construtores. Para o ano que vem, entretanto, a Force India já pensa no quarto posto.
 
"Nós estamos muito perto de assegurar o quinto posto no Mundial de Construtores, e isso é o mais importante. Espero que possamos conseguir isso neste fim de semana aqui em Interlagos. Essa é a prioridade para essa etapa. No ano que vem, a meta é ser quarto. Mas isso aí representaria um grande passo, porque a distância neste nível é muito, muito grande ainda. Nós temos muito trabalho ainda pela frente", afirmou.
 
Para Pérez, o ambiente que foi criado para o GP do México é exemplo para as demais etapas do Mundial de F1.
 
"Definitivamente, eu acho que muitas etapas que visitamos precisam aprender com o GP do México, porque acho que o que os promotores mexicanos fizeram pode ser feito em outros lugares. Deixar o público mais próximo, ter uma interação maior. Lá, as pessoas realmente conseguiram sentir o esporte", comentou ao GP
Sergio Pérez acredita que mais corridas poderiam ser como o GP do México (Foto: Force India)
O piloto não rejeitou a ideia do acordo entre a Force India e a Aston Martin.
 
"Acho que a equipe está em uma boa posição para 2016. Eu estou muito confiante no time. Acho que todos trabalham muito bem juntos. Então, eu vejo grande potencial. Obviamente, a Aston Martin é uma grande marca e é sempre bom estar ligado a uma grande montadora. Se isso se acontecer, será muito bom", avaliou.
 
Pérez faz excelente temporada 2015. O mexicano já marcou 68 pontos, 24 a mais que o companheiro de equipe Nico Hülkenberg.

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP do Brasil com grande cobertura 'in loco' com Flavio Gomes, Evelyn Guimarães, Fernando Silva e Rodrigo Berton. Acompanhe aqui.

PADDOCK GP COM FELIPE MASSA: ASSISTA JÁ
 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Essa molecada da F1 vem para o Brasil e se acaba na coxinha e no pão de…

Posted by Grande Prêmio on Quinta, 12 de novembro de 2015

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube