Pérez nega arrependimento por ter assinado com McLaren: “É a melhor equipe, e estou feliz aqui”

Sergio Pérez deixou a intermediária Sauber para fazer parte da McLaren, mas chegou em um momento difícil. Ainda assim, o mexicano não perde a fé em sua nova equipe: “Prefiro estar nesta posição na McLaren que estar em qualquer outra equipe e vencer”


A fase não é das melhores para a McLaren neste começo de ano. O MP4-28 ficou longe de ter um desempenho à altura das tradições da escuderia britânica e apenas fez figuração durante o primeiro fim de semana da temporada, no GP da Austrália, quando Jenson Button alcançou o nono lugar e Sergio Pérez, o 11º. O mexicano, que deixou a Sauber no seu melhor momento para fazer parte da McLaren, deixou claro que não se arrepende da mudança. “Prefiro estar nesta posição aqui que estar em qualquer outra equipe e vencer”, disse o jovem de Guadalajara durante entrevista coletiva em Sepang, nesta sexta (22).

“Não estou arrependido de nada. Se eles me dissessem antes que eu assinaria para ficar nesta posição, ainda assim teria assinado com a melhor equipe. Para mim, a McLaren é a melhor equipe e estou muito feliz por ter me unido a este time”, comentou o piloto, de 23 anos, com fé em viver dias melhores na equipe que foi defendida por seu grande ídolo, Ayrton Senna.
Apesar da má fase da McLaren, Pérez não está arrependido por ter trocado de equipe em 2013 (Foto: Getty Images)
As informações do GP da Malásia em tempo real
Especial F1 2013, a temporada imprevisível
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
As imagens desta sexta-feira na Malásia

Pérez, aliás, enalteceu o espírito de grupo na McLaren e disse que “todos são culpados e todos vão juntos sair da crise” neste começo de temporada. “Estou curtindo minha equipe aqui, e eu sei que a equipe tem grande pessoas que vão ajudar a sair deste momento.”


“Tenho de dar os parabéns à minha equipe. É incrível o quanto eles estão lidando com este momento difícil. Mesmo para mim, como piloto, quando me uni à equipe, pensei que estaria lutando pela primeira fila, pelas primeiras posições, e estamos bem longe de lá”, destacou o piloto.

“Mas a abordagem da equipe tem sido incrível. Eles estão procurando a solução ao invés de dizer ‘você é o único culpado, você errou’. Todo mundo está unido e tentando sair deste momento difícil”, acrescentou ‘Checo’. 

Por fim, o mexicano destacou o trabalho realizado pelo comandante Martin Whitmarsh e, mais uma vez, reforçou a fé em sua nova equipe. “Começando por Martin, que é um grande chefe, todos nós somos culpados. Ninguém cometeu um erro. Nós estamos perdendo como equipe e, quando vencermos, nós vamos vencer juntos, como equipe”, encerrou o esperançoso Pérez.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube