Perto de quebrar recorde de poles de Schumacher na F1, Hamilton se impressiona: “É surreal”

Lewis Hamilton é o terceiro piloto com mais pole-positions na história da F1. O britânico largou na frente em 61 oportunidades, contra 65 do seu grande ídolo, Ayrton Senna, e 68 do recordista, Michael Schumacher. O tricampeão entende que tal situação é no mínimo inimaginável e surreal

 

Aos 32 anos, Lewis Hamilton chega em 2017 no seu décimo ano como piloto de F1. Desde sua estreia, na McLaren, o britânico se notabilizou como um dos melhores pilotos do grid logo de cara, já mostrando com um dos seus cartões de visitas a agressividade nas pistas, sem se intimidar nem mesmo com seu companheiro de equipe naquele 2007 na McLaren, o bicampeão Fernando Alonso. Ao longo da sua carreira, Lewis se destacou por marcas impressionantes que já o colocam no rol dos maiores do esporte.

 
Tricampeão do mundo (2008, 2014 e 2015), Hamilton disputou 188 GPs na carreira, somando nada menos que 53 vitórias — o segundo maior vencedor da história — e 61 poles, ficando em terceiro na estatística dos melhores da F1. Mas se é quase impossível quebrar a marca de 91 vitórias conquistadas por Michael Schumacher, há outra bem mais realista para ser superada: com 68 poles, Schumacher tem sete a mais em relação a Hamilton.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Perto de superar marca histórica de Schumacher, Hamilton entende que situação é surreal (Foto: Getty Images)
Entre os dois, Ayrton Senna, grande ídolo de Lewis, aparece em segundo lugar, com 65 poles em sua carreira. Hamilton, durante entrevista via Facebook feita pela UBS, patrocinadora da Mercedes, descreveu um pouco do seu sentimento ao ver seu nome próximo a verdadeiras lendas da F1.
 
“Estou a sete pole-positions de Michael Schumacher. É uma loucura. É surreal pensar que tenho isso. Quando escuto que tenho essas marcas, é difícil acreditar que seja verdade. Lembro quando estava em casa e acordava para ver um GP, e agora é uma loucura ver que estou com essas lendas”, comentou o britânico.
 
Hamilton é o detentor do maior número de pontos da história da F1, o que hoje tem um significado menor em razão da mudança nas regras de pontuação a partir de 2010, quando um vencedor passou a receber 25 pontos e não mais dez pela vitória. Lewis, contudo, ostenta outra marca muito relevante: a de 104 pódios, ficando apenas atrás de Alain Prost, com 106, e de Michael Schumacher, com praticamente inalcançáveis 155.
 
Quanto ao número de voltas na liderança, Hamilton é o segundo na estatística, com 2.990, contra 2.931 de Ayrton Senna, figurando só atrás de Schumacher, com 5.111. São 14.995 km na liderança, quase dez mil a menos que Schumacher (24.148 km) e 31 voltas mais rápidas, sendo o quarto na lista, atrás de Alain Prost, com 41, Kimi Räikkönen, com 43 e de Michael Schumacher, com 77.
 

PADDOCK GP #65 RECEBE PIPO DERANI E FAZ PRÉVIA DO eP DA ARGENTINA DE F-E

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube