Gasly, Leclerc, Norris ou Sainz: quem foi o melhor do meio do grid da F1 2021?

Em um campeonato com a briga pelo título polarizada em Max Verstappen e Lewis Hamilton, quatro jovens pilotos se destacaram no meio do grid da F1 2021

A F1 2021 não foi inesquecível apenas na maravilhosa disputa pelo título, com um meio do grid também muito ativo. Ainda que os holofotes tenham ficado com Lewis Hamilton e Max Verstappen, na briga árdua que acabou com a taça nas mãos do holandês da Red Bull, vários outros pilotos se destacaram.

Pierre Gasly, por exemplo, encaixou o segundo ano seguido de brilho intenso na AlphaTauri. Com um carro que não parecia do mesmo nível de, pelo menos, McLaren e Ferrari, se colocou no meio do pelotão intermediário, incomodou a temporada toda e fechou com mais de 100 pontos na conta, marca inédita para o time.

Já na Ferrari, as atenções ficaram bem divididas. Charles Leclerc confirmou a boa forma e fez um campeonato bem decente. O que não esperava era o brilho intenso de Carlos Sainz logo no primeiro ano de escuderia italiana. O espanhol, no fim, acabou em quinto no Mundial de Pilotos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Por fim, Lando Norris, que por um bom tempo do ano foi chamado de terceiro melhor do grid. Apesar da queda de rendimento no fim, o inglês também merece destaque pela forma como dominou Daniel Ricciardo em 2021.

E aí, dos quatro jovens talentosos do meio do grid, qual deles foi o melhor em 2021? E o menos brilhante? Gabriel Curty e Pedro Henrique Marum analisam em vídeo apresentado por Victor Martins no canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube. Assista já!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar