Pietro Fittipaldi cita desejo de continuar, mas Haas assume que “não decidiu” sobre reservas

Pietro Fittipaldi vai correr na Indy em 2024, mas a Haas ainda não decidiu se contará com o brasileiro como reserva para mais uma temporada na Fórmula 1

Confirmado para a temporada 2024 da Indy com a RLL, Pietro Fittipaldi ainda tem mais uma definição pela frente: seguir ou não como reserva da Haas na Fórmula 1 no ano que vem. E no que depender do brasileiro, a parceria vai continuar, por mais que os dois lados assumam que será preciso entender como conciliar as atividades das duas categorias.

A temporada da Indy acaba teoricamente cedo, em 15 de setembro, o que deixaria Pietro ‘livre’ nas últimas sete corridas da F1 2024. A Haas, no entanto, não esconde o fascínio com a participação do jovem Oliver Bearman no TL1 da Cidade do México, tanto que Guenther Steiner, chefe da equipe, disse que vai ser preciso “descobrir” o que será do futuro de Fittipaldi.

“Temos de resolver isso. Conversei com Fred [Vasseur, chefe da Ferrari, de quem a Haas é cliente] sobre o que eles vão fazer com os reservas no ano que vem, mas ainda não chegamos a uma conclusão”, disse Steiner. “Não acho que vamos perdê-lo por completo. Como disse, analisamos o que é possível e o que não é. Conhecemos os calendários, conversamos sobre isso”, salientou.

“Além disso, são muitos testes, porque a Indy faz mais testes do que nós [na F1]. Pietro faz parte da família, portanto se ele não estiver por perto, vamos perder algo”, completou o chefão.

Guenther Steiner ficou impressionado com Oliver Bearman (Foto: Haas)

Ao ser questionado sobre a indefinição do posto de reserva na F1 pela Autosport, Fittipaldi admitiu que “seria incrível continuar com a Haas” no que seria a sua sexta temporada com a esquadra americana.

“Sempre trabalhamos bem juntos nos testes e no desenvolvimento do carro. Adoro executar esse trabalho para a equipe. E para mim, como piloto, também é muito útil, pois a tecnologia muda a cada ano e são informações úteis que podem me ajudar em qualquer categoria na qual esteja correndo”, frisou.

“Sem dúvida, Guenther sabe que minha prioridade e foco são 100% a Indy. Mas é o que estamos analisando agora, ver quais são as possibilidades de continuar como reserva e continuar realizando testes com o time. Vamos saber em breve, mas a intenção é seguir”, assegurou o mais velho dos irmãos Fittipaldi, reforçando que a conciliação é totalmente possível.

“Não há pressa para isso e não vejo razão para não ser possível. Mas tenho de ver com a Rahal e ter certeza de que nada entrará em conflito e de que eles ficarão confortáveis comigo fazendo isso também”, finalizou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.