Pilotos fazem diferença na Fórmula 1. E 2021 é prova com Verstappen, Hamilton e Norris

Apesar da importância indiscutível de um grande carro, ótimos pilotos fazem toda a diferença e Max Verstappen, Lewis Hamilton e Lando Norris vão mostrando isso

Fãs de automobilismo frequentemente discutem o quanto um piloto pode fazer diferença em um esporte em que os carros mais bem desenvolvidos têm desempenhos bastante superiores aos carros mais fracos. É uma discussão válida, mas, na minha opinião, os pilotos conseguem, no braço, fazer diferença quando o grid é mais competitivo.

Em 1995, Michael Schumacher foi campeão enquanto que seu companheiro, Johnny Herbert, foi apenas quarto colocado – com menos da metade dos pontos de Michael. Em 2010 e em 2012, Fernando Alonso foi vice-campeão, enquanto que Felipe Massa, seu companheiro de equipe, foi apenas sexto colocado e sétimo colocado, respectivamente. Alguns argumentam que os pilotos que andam na frente têm tratamento diferenciado e até mesmo peças melhores, mas vejo isso como consequência, não causa de terem performances melhores.

A temporada de 2021 está bastante disputada, tanto na frente com Red Bull e Mercedes bastante próximas, quanto no pelotão do meio com diversas equipes em condições de conquistarem pódios e muitos pontos. E é justamente em temporadas acirradas que pilotos acima do padrão podem fazer grandes diferenças, já que apenas 0s1 pode ser a diferença entre largar na pole e partir do quarto lugar, ou ser a diferença entre conquistar ou perder uma posição na janela de pit-stops.

Lando Norris é um dos ótimos destaques da F1 2021 (Foto:McLaren)

Na Red Bull, a qualidade de Max Verstappen está extremamente evidente em 2021. Seu nível de pilotagem está altíssimo e o combo de um excelente piloto com um excelente carro o colocou na liderança do campeonato até aqui. Se apenas o carro determinasse a posição de chegada, Sergio Pérez estaria na liderança ou vice-liderança, mas no momento é o terceiro colocado.

Na Mercedes, Lewis Hamilton tem tido uma temporada inconsistente, mas ainda assim está na vice-liderança, enquanto que Bottas é apenas o quinto colocado, atrás até mesmo de Lando Norris, o quarto. E Norris vem se apresentando extremamente bem, com mais do que o dobro dos pontos que seu companheiro, Daniel Ricciardo, que enfrenta dificuldades de adaptação ao carro da McLaren.

Imagino que na Alpine a adaptação de Fernando Alonso o fará ter um desempenho bastante superior ao de Esteban Ocon, já que historicamente Alonso sempre foi bastante dominante, e o único piloto que realmente o desafiou na mesma equipe foi Hamilton, um dos maiores talentos da história do automobilismo.

Temporadas como a atual são importantes para deixarem claro o impacto que cada piloto pode ter em sua equipe. E espero que não apenas 2021 continue com carros equilibrados para que os pilotos possam fazer diferença, mas que a partir de 2022 o novo regulamento mantenha desempenhos semelhantes entre os carros com a prometida facilidade de seguir e ultrapassar do novo pacote aerodinâmico.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar