Pirelli descarta adição de composto novo em pneus de 2024 e exclui C0 de gama da F1

Mario Isola, chefe da Pirelli na F1, confirmou que os compostos para 2024 não terão nenhuma mudança. A única alteração é o descarte do C0, mais duro, porém nunca usado na temporada 2023

Os pneus que serão usados pela Fórmula 1 na temporada 2024 terão a mesma composição dos atuais. A Pirelli descartou mudança nos compostos, sendo que as equipes terão à disposição para o ano que vem cinco gamas, e não mais seis, uma vez que o C0 não foi usado em nenhum momento do atual campeonato.

A confirmação foi feita pelo chefe da fabricante italiana na F1, Mario Isola. Este ano, a Pirelli introduziu uma nova especificação para o composto C1 com a intenção de reduzir a diferença de desempenho entre os pneus mais duros C1 e C2. A antiga gama mais dura passou, portanto, a ser a C0, deixando as equipes com seis opções de pneus para serem usadas ao longo de 2023.

Relacionadas


Mas apesar dos testes, o C0 nunca foi utilizado em nenhum fim de semana de GP. A gama mais dura que a Pirelli levou para uma etapa do calendário ia do C1 ao C3. Barcelona e Silverstone foram algumas das pistas nas quais os carros correram com a borracha.

Para 2024, os pneus serão C1, C2, C3, C4 e C5, com as cores para identificar macios, médios e duros sendo mantidas — vermelho, amarelo e branco, respectivamente.

Oscar Piastri em Las Vegas: pneus para Abu Dhabi serão os mesmos da última etapa da F1 (Foto: McLaren)

“Como já é de costume, haverá um dia de testes na terça-feira após o GP [de Abu Dhabi], com cada equipe andando com dois carros: um para jovens pilotos e outro, em teoria, para testar os pneus”, disse Isola. “No então, não teremos compostos novos para serem testados. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) comunicou recentemente os compostos de 2024 serão os mesmos deste ano”, acrescentou.

“A única mudança é que serão cinco, em vez de seis, disponíveis por conta da eliminação do C0, que nunca foi usado em um fim de semana de corrida este ano. O teste, portanto, pode ser útil para os times trabalharem no gerenciamento de pneus para a próxima temporada”, completou.

Isola ainda explicou que serão dez conjuntos disponíveis para o teste de pneus de pós-temporada, sendo um C1, um C2, dois C5 e três conjuntos de C4 e C3 cada. Os carros que serão guiados pelos novatos terão dois sets de C3 e C5, além de quatro de C4.

Para a corrida em Yas Marina, neste final de semana, a Pirelli terá a gama mais macia, C3, C4 e C5, a mesma usada no último fim de semana, em Las Vegas.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.