Pirelli se preocupa com downforce dos novos carros e diz que equipes vão mostrar nível real “apenas na China ou Bahrein”

O diretor-esportivo da Pirelli, Paul Hembery, acredita que as equipes irão esconder o jogo deliberadamente durante a pré-temporada da F1 em Barcelona - e também no GP da Austrália, que abre a o Mundial de 2017

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

As novas regras da F1 para a temporada 2017 abre uma porta para uma imensa reorganização na ordem das equipes a partir deste ano. E no final de fevereiro os carros tomam a pista pela primeira vez nos testes coletivos de pré-temporada, dando um gosto inicial do que o campeonato terá. Mas, para o diretor-esportivo da Pirelli, Paul Hembery, vai demorar um pouco até que a real capacidade de cada equipe seja conhecida pelo público.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Segundo Hembery, capitão de um projeto que também inclui um novo pneu da Pirelli para a F1, nem na pré-temporada e nem sequer na corrida inicial do calendário, em Melbourne, as equipes mostrarão seu nível de performance real.

 
"Realmente não saberemos em Barcelona onde estão os times, visto que não vão mostrar tudo que têm. Vai haver muita gente tentando esconder sua real performance, ou talvez imaginando o que precisam fazer por não conseguirem se aproximar nem sequer de times que possam estar escondendo o jogo", avaliou.
 
"[O GP da Austrália] vai render resultados estranhos. Será mais para a China ou Bahrein que realmente veremos os desempenhos reais dos carros", seguiu.
 
A maior preocupação de Hembery, porém, está em sua própria parte: como os novos pneus resistirão ao maior downforce dos novos carros. A Pirelli testou bastante ao longo do ano que passou, mas jamais com carros com as mesmas características que os que encontrarão nas pistas.
Paul Hembery (Foto: Pirelli)
"O problema é que testamos com carros 5s mais lentos que os que realmente veremos na pista. É um desafio para nós, porque se trata de uma janela muito pequena com a qual estamos trabalhando. Se os números são os que nos disseram, então talvez tenhamos sido um pouco conservadores", afirmou o diretor.
 
Depois de um trabalho minucioso nos últimos tempos para aprontar os novos pneus, a Pirelli espera que o modelo tenha um desgaste muito baixo e 25% mais aderência para que se precise realizar menos trocas durante as etapas. Outro objetivo é facilitar o aquecimento de pneus. Mas, no geral, a Pirelli está satisfeita com a oportunidade de testar.
 
"Estamos trabalhando no desenvolvimento dos pneus durante a temporada, o que é algo que somos permitidos a fazer esse ano, algo que não podíamos antes. Nos últimos três anos, acho que que tivemos três dias de testes. Agora temos 25 dias numa temporada, então estamos programados e mudar os pneus de chuva durante a temporada", falou.
 
"Queremos melhorar as características de aquecimento, vamos ter relargadas paradas, então os pneus ficarão frios. Como fazemos na GP2, onde não existem os cobertores, temos que tentar aprontar um produto que esquenta muito mais rápido. Esses próximos testes acontecerão em fevereiro e março. Estamos tentando convencer um dos times a tirar do museu um dos carros híbridos que usamos no fim do ano passado e, assim, nos permitir a trabalhar mais", encerrou.
 
A pré-temporada começa em 24 de fevereiro.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar