Pirelli volta atrás e decide apenas testar pacote de atualizações na sexta-feira do GP do Canadá

Inicialmente programadas para todo o fim de semana em Montreal, modificações serão disponibilizadas apenas nos dois primeiros treinos livres, que serão utilizados como testes para o GP da Inglaterra, quando as novas configurações serão de fato implementadas

 
Diante da insistente reclamação de algumas equipes que se sentem prejudicadas com os pneus que a Pirelli preparou para a temporada 2013 da F1, a fornecedora italiana havia prometido compostos atualizados a partir do GP do Canadá, sétima etapa do campeonato deste ano.
 
No entanto, há mais polêmica pela frente. Tudo porque um porta-voz da marca afirmou ao site da revista 'Autosport' que a atualização será apenas testada durante os treinos livres de sexta-feira, e não plenamente utilizada ao longo de todo o fim de semana, como se desejava e esperava.
 
A cada equipe, serão entregues dois jogos dos novos pneus apenas para que eles sejam avaliados pelos times. A ideia é implantá-los definitivamente do GP da Inglaterra em diante.
Desgaste dos pneus foi alvo de críticas no GP do Canadá de 2012 (Foto: Getty Images)
"Levaremos, para cada equipe, dois jogos extras para as sessões livres. Isso permitirá que os ajustes sejam testados antes da corrida", afirmou o porta-voz da Pirelli.
 
"À medida em que os regulamentos permitem isso, e por razões de igualdade esportiva, pensamos que este é o melhor caminho a ser seguido", explicou.
 
A interminável novela a respeito do consumo dos pneus e das equipes cujos carros não conseguem encontrar o rendimento ideal justamente por conta deste fator – casos específicos de Red Bull e Mercedes, entre os times de ponta – é algo que vem se arrastando há vários meses.
 
Após o impressionante desgaste visto nos GPs do Bahrein e da Espanha, no entanto, a própria Pirelli decidiu implantar um projeto bastante modificado a partir da etapa de Montreal, já que em Mônaco, sabidamente, o consumo é relativamente baixo.
 
Mas Bernie Ecclestone, dono da brincadeira, vetou modificações drásticas e alegou que o projeto inicial apresentado pela fabricante italiana para 2013 não poderia ser alterado.

Portanto, as atualizações implementadas se resumem, essencialmente, a uma nova correia de kevlar, material mais resistente e que prende melhor a borracha às rodas  algo já utilizado em 2012 e que, em substituição às atuais correias de aço, minimiza as chances de os pneus traseiros dechaparem, o que tem sido visto com certa frequência em 2013.

 
"Queremos nos livrar disso", admitiu Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli. "Acreditamos que a solução que temos resolverá completamente a questão."
 
O GP do Canadá está previsto para o próximo dia 9 de junho. Os pneus disponibilizados para a prova serão os médios e os supermacios.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube