Por carta, Mercedes se posiciona contra Brexit: “Do fundo do coração, queremos que vocês fiquem”

Dieter Zetsche, presidente da Mercedes, defendeu que a Europa é “a casa” do Reino Unido. Apesar de respeitar a decisão dos britânicos, Zetsche disse que “sentiria saudade” do país na União Europeia. A Mercedes, apesar de alemã, tem a equipe de F1 alocada na Inglaterra

A possibilidade real de Brexit – processo de saída do Reino Unido da União Europeia – fez a Mercedes tomar partido. O presidente da marca alemã, mas que tem toda a operação da Fórmula 1 alocada na Inglaterra, divulgou nesta terça-feira (22) um pedido que os britânicos sigam na “nossa casa”, a Europa.
 
A carta, assinada pelo presidente Dieter Zetsche, destaca a importância do Reino Unido para a reconstrução de uma identidade europeia na segunda metade do Século XX. Seja pelo chá, pelas cervejas ou pelo humor, Zetsche defende que a União Europeia “sentiria falta” dos britânicos.
 
Sem a grande nação de vocês, esse continente não seria o que é hoje – uma comunidade definida através da liberdade e prosperidade. Depois dos horrores da Segunda Guerra Mundial, vocês não desistiram de nós. Vocês receberam a Alemanha de volta como uma nação soberana e uma força europeia. Nós, enquanto alemães, não esquecemos e somos gratos.
 
Nós percebemos que a liberdade que aproveitamos enquanto europeus hoje foi, de várias formas, construída e defendida pelos britânicos. Queremos que vocês saibam: nós respeitamos a escolha de vocês. É de vocês, não nossa. Se vocês decidirem deixar a União Europeia de vez, vocês sempre vão ter amigos na Alemanha e na Europa. Mas vocês também devem saber que não acreditamos que escolhas são irreversíveis. Nossa porta sempre vai estar aberta, não importa o que aconteça. A Europa é nossa casa.
Dieter Zetsche, presidente da Mercedes, tomou partido contra o Brexit (Foto: Mercedes)

Vocês se tornaram parte do que somos enquanto europeus. Sentiríamos falta de vocês por causa disso. Sentiríamos falta do lendário humor negro e de ir ao pub depois de horas bebendo uma Ale. Sentiríamos falta do chá com leite e de dirigir à esquerda da pista. Sentiríamos falta também de ver a Pantomima no Natal. São tantas as coisas que sentiríamos falta, mas, acima de tudo, sentiríamos falta dos britânicos, nossos amigos do outro lado do Canal. Sentiríamos falta de vocês como parte da União Europeia, especialmente nesses tempos difíceis.
 
Assim, queremos que vocês saibam: do fundo do nosso coração, queremos que vocês fiquem.
 
Com amor, dos seus amigos da Alemanha.
 
O posicionamento da Mercedes vem em um momento particularmente delicado para o Reino Unido. Passados mais de dois anos desde o referendo que apontou o desejo dos britânicos de deixar a União Europeia, a política britânica ainda tenta entrar em consenso sobre a melhor forma de prosseguir. A primeira ministra Theresa May apresentou proposta de acordo com a União Europeia a respeito de como seria a relação entre as duas partes após a saída. O acordo, todavia, foi vetado após derrota na Câmara dos Comuns. Isso significa que o país volta à estaca zero na busca de uma solução antes do prazo final do dia 29 de março – cancelar o Brexit, tentar encontrar um novo acordo para sair da União Europeia ou sair sem qualquer acordo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube