Por fãs, Brawn busca inspiração em Le Mans e revela que F1 já cogita mudar formato dos treinos de sexta-feira

Diretor-esportivo da F1, Ross Brawn revelou que a maior das categorias vem discutindo uma maneira de adequar melhor o fim de semana de GP, e uma das opções é alterar o formato dos treinos livres de sexta-feira. Ainda, Brawn contou que há uma proposta para aproximar os fãs, os deixando acompanhar a vistoria técnica dos carros

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Dentro do objetivo de tornar os fins de semana de GP mais atrativos para os fãs, a F1 já cogita uma forma de alterar a programação dos treinos livres de sexta-feira, de acordo com Ross Brawn, o diretor-esportivo da maior das categorias.

 
No formato atual, o primeiro dia de atividades da F1 no fim de semana consiste em duas sessões de 90 minutos, mas isso pode ser mudado no futuro, depois que Brawn admitiu que o Liberty Media abriu uma discussão sobre um novo cronograma. Os proprietários do Mundial analisam também uma mudança no horário. 
 
"Acho que a duração dos GPs é correta. Não é muito longo, mas também não é curto demais, e isso engaja o público", afirmou o inglês ao canal Sky Sports. "Queremos uma evolução da programação. Mas não tenho certeza se devemos mexer na duração do fim de semana. Acho que há outras coisas que podemos fazer para melhorar a experiência, em vez de mudar o formato em si. A classificação, por exemplo, funciona muito bem", completou.
Os chefões da F1 : Jerome Stoll, Chase Carey e Ross Brawn (Foto: FIA)
"Porém, os treinos de sexta-feira agora estão em discussão. Será que precisamos mesmo de duas sessões ou o que aconteceria se só tivermos apenas uma, porque outro fator em tudo isso é que teremos mais corridas agora. Se tivermos um número maior de provas, será que não seria o caso de mudar de formato para reduzir a pressão em cima das equipes para que seja possível disputar todas essas corridas?", questionou o dirigente.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Brawn ainda destaca que há uma necessidade de aproximar os fãs e sugeriu a possibilidade de introduzir um sistema parecido ao que acontece nas 24h de Le Mans, em que o público tem um acesso maior aos carros e pilotos. "Os fãs sempre vêm em primeiro lugar. Então, durante um fim de semana de GP, acho que podemos fazer mais para deixar esse público mais próximo dos carros. Uma das propostas é ter uma inspeção aberta aos fãs, para que todos possam ver os carros."
 
"Isso já acontece em Le Mans e é um ótimo evento. Todos os fãs podem ver os carros por baixo. É algo que estamos explorando. Mas sou bastante conservador sobre o formato das corridas e não tenho planos importantes sobre isso agora", concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube