F1

Por “favorecimento inconsciente”, Mercedes fica em dúvida sobre dividir estratégias

A Mercedes queria permitir que Valtteri Bottas e Lewis Hamilton brigassem com estratégias diferentes em Silverstone, mas viu o plano dar errado. A entrada de safety-car ajudou Lewis a vencer, o que faz o chefe Toto Wolff ficar pensativo

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
A Mercedes dividiu as estratégias nos GPs da Inglaterra, com Valtteri Bottas parando bem antes de Lewis Hamilton. A ideia era permitir que os pilotos brigassem entre si, mas o tiro saiu pela culatra: com a entrada do safety-car na volta 20, o britânico ganhou um pit-stop ‘de graça’ e viu a briga pela vitória ficar muito facilitada. Para a equipe alemã, é um sinal: não dar a mesma estratégia para a dupla pode ser uma forma de “favorecimento inconsciente”.
 
“A discussão que tivemos na equipe durante a manhã foi que, se você deixa eles com os mesmos pneus e com a mesma estratégia, a curva 1 da volta 1 basicamente define o resultado”, disse Toto Wolff, chefe de equipe. “Pensando nas sugestões deles, sentimos que [estratégias diferentes] renderiam uma corrida interessante. Isso ainda levou em conta muitos fatores, porque a gente sabia que eles estariam um contra o outro em estratégias diferentes, então resolvemos tentar”, seguiu.
 
A princípio, Hamilton estava encaminhado para uma estratégia de apenas uma parada, com Bottas indo para duas. A intervenção do safety-car caiu como uma luva para Lewis, enquanto Valtteri precisou fazer uma parada final nas últimas dez voltas.
Lewis Hamilton teve vitória facilitada após entrada de safety-car (Foto: Mercedes)
Wolff não mostra arrependimento sobre adotar a estratégia em Silverstone, mas reconhece que é hora de repensar a ideia.
 
“Olhando para trás, nosso argumento tem um valor. Acho que precisamos dar uma olhada nisso. Estamos favorecendo alguém inconscientemente? É algo que não queremos fazer. Agora temos mais experiência e mais dados para julgar, independentemente de voltarmos a fazer isso no futuro ou não”, encerrou.

Wolff já disse que Bottas, apesar de sair de Silverstone com um segundo lugar, ganhou moral. Já se fala até em "bom passo" para renovar para 2020.
 
A vitória foi a sétima de Hamilton na temporada 2019 da Fórmula 1. O britânico soma 223 pontos, enquanto Bottas é vice com 184.
 
Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.