Por outra troca de componentes do motor, Alonso é novamente punido e perde 40 posições no grid do Azerbaijão

Na prática, Fernando Alonso já sabe que vai começar o GP do Azerbaijão em último lugar. A Honda teve de efetuar nova troca de componentes do motor do carro do espanhol. Companheiro de equipe de Alonso, Stoffel Vandoorne também sofreu outra bizarra punição e vai perder 30 posições no grid azeri

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A McLaren vai largar na última fila do grid do GP do Azerbaijão. Isso já era de conhecimento público desde que a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) confirmou as punições com perda de 15 posições no alinhamento inicial para Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne por conta de troca de peças do motor Honda. No entanto, neste sábado (24), a fábrica japonesa teve de efetuar nova troca. Alonso, assim, perdeu 40 posições no grid azeri, enquanto Vandoorne foi punido em 30.

 
Na última sexta-feira, Alonso testou uma nova especificação do motor Honda durante os treinos livres. Chefe do projeto da Honda, Yusuke Hasegawa disse que trata-se de um passo em frente bastante alentador e que mostrou evolução na pista. Mas o espanhol não vai usar este motor no fim de semana.
 
Durante a noite, os mecânicos da McLaren trabalharam para instalar a unidade de potência da chamada Especificação 2, que vai ser usada pelo bicampeão no sábado e no domingo. Trata-se de uma versão semelhante à utilizada no Canadá. Na oportunidade, em Montreal, Alonso teve o motor quebrado quando estava em nono e restavam duas voltas para o fim da corrida.
Fernando Alonso vai largar em último no Azerbaijão (Foto: Honda)
Além do quinto motor de combustão interna (ICE), Alonso vai usar os sétimos MGU-K, MGU-H e o turbo, o que vai resultar, como um todo, em 25 posições perdidas no grid, que somadas à punição oficializada na sexta-feira, totaliza 40 lugares atrás no grid.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

No fim das contas, Alonso sabe que perder 15, 30 ou 40 posições do grid não muda em nada, na prática. “De qualquer forma, iríamos largar do fundo do grid, de modo que vamos fazer as coisas com calma na classificação”, comentou.

 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades do fim de semana do GP do Azerbaijão, oitava etapa da temporada 2017 da F1.
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube