Por queda nas temperaturas, Leclerc freia empolgação da Ferrari na Alemanha

Charles Leclerc não dá nada por impossível na Alemanha, mas vê as brigas por pole e vitória como missões das mais duras. O monegasco espera a Mercedes mais forte nos próximos dias, tirando proveito das temperaturas mais amenas

Charles Leclerc foi o mais rápido na sexta-feira (26) de treinos livres, mas isso não é motivo para celebração nos boxes da Ferrari em Hockenheim. O piloto monegasco acredita que a vantagem do carro avermelhado tende a se dissipar nos próximos dias. Não é uma questão de puro pessimismo: o monegasco simplesmente sabe que as temperaturas devem baixar e que a Mercedes ainda não mostrou o potencial por completo.
 
“Claro que a situação parece boa, mas ainda é só sexta-feira e nós sabemos que a Mercedes costuma esconder algumas coisas até o sábado, então não vai ser algo fácil”, disse Leclerc. “Além disso, o clima vai ficar mais frio amanhã, o que ajuda as outras equipes. Nós ficamos muito fortes quando está ensolarado. Se chover, sabemos que a Red Bull fica muito rápida. Não vai ser fácil, mas tivemos um dia positivo, de qualquer jeito”, seguiu.
Charles Leclerc liderou o TL2, mas não se empolgou (Foto: AFP)

A esperança de Ferrari e Red Bull contra a Mercedes é justamente a onda de calor que assola a Europa. Tal situação fez a equipe prateada ficar abaixo das expectativas na Áustria. Um repeteco é possível na Alemanha, mas para tal a previsão do tempo, que indica céu nublado e risco de chuva, precisaria estar errada.

 
“Eu vou ficar feliz se fizer a pole. Ainda mais se vencermos no domingo, mas estamos distantes disso. Ainda acho que houve coisas muito positivas, mas algumas não me deixaram felizes e precisamos melhorar, mas as coisas costumam ser assim”, analisou.
 
Leclerc liderou o TL2, tomando o bastão de Sebastian Vettel, que fez as honras no TL1. A Ferrari, aliás, formou dobradinha nas duas sessões.
 

Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube