F1

Prefeitura abandona projeto de novos boxes da Reta Oposta de Interlagos e opta por modificar atuais

A Prefeitura de São Paulo decidiu abandonar projeto de construir novos boxes na Reta Oposta do Autódromo de Interlagos e optou por reformar os atuais

Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
icone_warmup Reportagem exclusiva na REVISTA WARM UP:
A reforma do século de Interlagos

A Prefeitura de São Paulo decidiu pela reforma dos atuais boxes de Interlagos e abandonou o projeto de construir novos boxes na Reta Oposta do circuito paulista. Apesar da mudança, o governo de Fernando Haddad (PT-SP) mantém o mesmo investimento de R$ 160 milhões anunciado inicialmente. 
 
A proposta original previa a construção de 40 novos boxes ao longo da Reta Oposta, o que modificaria o eixo do circuito. A Reta Oposta se tornaria a Reta Principal de Interlagos, e, conforme as exigências da FIA, precisaria ter 15 m de largura para acomodar com segurança os carros da F1. A entrada dos boxes também seria modificada, assim como a configuração da Curva do Lago.
Reta principal de Interlagos seguirá sendo na posição original (Foto: Beto Issa/GP Brasil F1)
 A verba para a reforma do autódromo vem do Ministério do Turismo, que liberou R$ 260 milhões para investimentos na cidade de São Paulo. Assim, R$ 160 milhões serão destinados ao autódromo, outros R$ 60 milhões para uma reforma no complexo do Anhembi e R$ 40 milhões para a construção das Fábricas do Samba.
 
A pasta também destinou outros R$ 19,5 milhões para a primeira etapa da implantação de infraestrutura de acessibilidade em rotas turísticas, que incluem o entorno do Parque do Ibirapuera e da Rua da Consolação. O projeto faz parte da programação do governo para a Copa do Mundo, que tem início em junho.
 
Procurada pelo GRANDE PRÊMIO, a SPObras, secretaria responsável pela execução da reforma no circuito, confirmou que a Prefeitura deixou de lado a grande obra inicialmente anunciada e optou por um projeto diferente e que será capaz de atender as exigências de Bernie Ecclestone.
 
GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: mostre que você sabe tudo de F1
neste bolão e faça agora suas apostas para o GP do Bahrein


 Assim, os boxes atuais terão metragem e altura aumentadas, além de sofrerem ampliações na retaguarda. Enquanto os boxes principais estão em reforma, serão construídos espaços auxiliares na Curva do Sol, que serão mantidos após o término das obras.
 
“Para este ano, a obra prioritária é o recapeamento da pista e a manutenção das instalações permanentes, que devem ser iniciadas em julho”, explicou a SPObras ao GP. “Outra obra que deve ser começada em agosto é a construção dos boxes auxiliares, na Curva do Sol”, continuou.
 
“Os boxes hoje existentes serão mantidos, mas passarão por uma grande reforma com ampliação na retaguarda”, anunciou. “As obras, embora simples, atendem definitivamente a solicitação dos organizadores da F1 que pretendiam mais espaço nos boxes para as equipes participantes e organizadores”, justificou.
 
“Dessa forma, os boxes, a largada e o paddock permanecerão na localização atual e não serão transferidos para a Reta Oposta, como estava previsto anteriormente”, frisou. “A SPObras pretende iniciar as obras de reforma dos boxes atuais no início de 2014”, concluiu a SPObras.
 
Ainda que tenha mencionado como prazo o começo deste ano, a imprecisão da data se deve ao fato de o projeto executivo não ter sido finalizado. 

Viaje para Mônaco e acompanhe o GP mais tradicional do Mundial da F1 com o GRANDE PRÊMIO por um PREÇO ESPECIAL. Veja o pacote aqui:
Foto: Mais uma novidade nesta semana de início da F1: leitor/seguidor do GRANDE PRÊMIO tem preço especial na compra dos pacotes com a AMK Viagens. Já pensou em ir para Mônaco e acompanhar essa F1 imprevisível no glamour do Principado? Dica de amigo: dá uma olhadinha, fala com os amigos e entra em contato com o Edgar Efeiche para uma viagem em alta velocidade: http://www.amkviagens.com.br/2011/index.php/terrestres_internacionais/ver/104