Presidente da FIA se diz decepcionado com situação da Red Bull e promete ajudar no que for possível na busca por novo motor

Presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt se disse decepcionado com a situação da Red Bull, que ameaça deixar a F1 já que não consegue um acordo com fornecedor de motores para 2016. Dirigente se comprometeu a ajudar no que for possível

Presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt não descarta se envolver na busca por uma solução para a dificuldade da Red Bull em encontrar um fornecedor de motor para a temporada 2016. O time dos energéticos decidiu romper com a Renault, mas não conseguiu um acordo nem com Ferrari e nem com Mercedes.
 
Em meio à ameaça da Red Bull de deixar a F1, levando junto a Toro Rosso, Todt, que é constantemente criticado por se envolver pouco nos assuntos da F1, afirmou que vai ajudar no que puder.
Presidente da FIA, Jean Todt se disse decepcionado com a situação da Red Bull (Foto: AP)
 Questionado pelo jornal finlandês ‘Ita Sanomat’ se acredita na saída da Red Bull da F1, Todt respondeu: “Não sei, mas espero que não”.
 
“Tenho que admitir que estou um pouco desapontado com a situação. Eles decidiram não continuar com a Renault e agora têm de encontrar um fabricante de motores”, comentou. “Se eu puder ajudar, com certeza o farei”, garantiu.
 
“A Red Bull é um grande time, que teve um grande sucesso, mas nós também estamos falando do futuro da Toro Rosso”, lembrou. “Espero que a solução para este problema seja encontrada”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube