Presidente da F1 se empolga e vê 2021 como “uma das grandes temporadas” da história

Stefano Domenicali, CEO e presidente da F1, entende que a atual temporada é uma das melhores da história da categoria muito por conta da imprevisível disputa entre Lewis Hamilton e Max Verstappen pelo título

Sergio Pérez e Lewis Hamilton travaram grande duelo no GP da Turquia (Vídeo: F1)

A imprevisibilidade na luta pelo título em uma batalha acirrada entre Lewis Hamilton e Max Verstappen tem empolgado Stefano Domenicali. Presidente e CEO da F1, o dirigente italiano, que assumiu o comando do Mundial a partir de janeiro, entende que 2021 representa uma das melhores temporadas da história. Não apenas em razão do duelo Hamilton x Verstappen, mas também por outras grandes disputas ao longo do campeonato, como a luta entre McLaren e Ferrari pelo top-3 do Mundial de Construtores.

A caminho dos Estados Unidos para a disputa da 17ª etapa da temporada, neste fim de semana, em Austin, Domenicali mostrou muita animação com o que tem visto neste ano.

“Mal posso esperar pelas próximas seis etapas, já que vão ser seis oportunidades de algo novo e incrível acontecer no que até agora tem sido uma das grandes temporadas da Fórmula 1”, declarou o dirigente, encantado com o fato de ver uma luta pelo título imprevisível, como foi quando esteve à frente da Ferrari no começo da década passada.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DA BÉLGICA; FÓRMUA 1;
A luta pelo título anima demais Stefano Domenicali (Foto: Dan Mullan/Getty Images/Red Bull Content Pool)

“O incrível é que estamos no meio de outubro, com seis corridas pela frente, e temos um campeonato tão intenso e aberto que está chamando a atenção de todos os nossos fãs ao redor do mundo”, escreveu o executivo em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

“A última vez em que nos encontramos numa luta tão acirrada pelo título foi quando estava do lado da Ferrari, com a disputa sendo levada para a corrida final em 2010 e 2012, então sei o que significa viver esse tipo de intensidade”, salientou.

Domenicali fez menção às lutas pelo título de 2010 e 2012, quando Sebastian Vettel terminou como campeão em batalha que teve Fernando Alonso, então na Ferrari, como candidato à taça até a etapa final, em Abu Dhabi e Brasil, respectivamente. Mas a última temporada que contou com a definição do título na última corrida foi em 2016, quando Nico Rosberg derrotou Lewis Hamilton em disputa particular dentro da Mercedes.

O italiano exaltou a grande batalha da temporada, mas lembrou que o campeonato tem outros tantos destaques.

“É fantástico para a Fórmula 1 viver uma luta tão intensa, mas não quero focar somente nisso, já que temos a batalha por outras posições”, disse.

McLaren e Ferrari, por exemplo, estão lutando muito pelo terceiro lugar. E temos outras batalhas em todo o grid, com as posições finais no Mundial de Construtores fundamentais para as equipes quanto ao seu posicionamento para o futuro”, salientou.

A Alpine, por exemplo, luta contra a AlphaTauri e a Aston Martin pelo quinto lugar nos Construtores. Já no Mundial de Pilotos, Valtteri Bottas desponta como principal candidato ao terceiro posto, mas Lando Norris, dono de grande temporada, busca o top-3, enquanto Sergio Pérez corre por fora. Outra boa batalha é na disputa interna da Ferrari, com Carlos Sainz e Charles Leclerc, separados neste momento por apenas 0,5 ponto, na briga pelo sexto lugar do campeonato.

A próxima etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 acontece neste fim de semana com a disputa do GP dos Estados Unidos, no Circuito das Américas. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

HAMILTON OU VERSTAPPEN: QUEM FAZ MELHOR TEMPORADA NA F1 2021? | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar