Promotor se diz tranquilo com futuro do GP do Brasil: “Grandes mudanças não acontecem de um dia para outro”

Tamas Rohonyi, responsável pela promoção do GP do Brasil de F1, falou ao GRANDE PRÊMIO que não espera grandes mudanças de imediato com a chegada do Liberty Media e a saída de Bernie Ecclestone do comando da F1. Sobre o lendário dirigente britânico, em comunicado, o promotor exaltou seu legado como grande parceiro do evento brasileiro

 

Ainda que o Liberty Media tenha implementado um novo comando com a chegada de Chase Carey à presidência do Formula One Group, trazendo consigo Ross Brawn para ocupar o posto de diretor esportivo e Sean Bratches para atuar na chefia comercial, a F1 deverá sentir os efeitos das profundas mudanças somente a longo prazo. É no que acredita Tamas Rohonyi, promotor do GP do Brasil de F1. Ao GRANDE PRÊMIO, o responsável pelo evento brasileiro no calendário do Mundial se disse muito tranquilo sobre o futuro da prova, uma vez que o contrato com a F1 vale até 2020, independente da saída de Bernie Ecclestone do posto de chefe supremo do esporte.

O Liberty Media, por meio de Chase Carey, já deixou claro que um dos objetivos da nova gestão é manter a essência da F1 e lutar pela permanência de GPs tradicionais, citando as etapas da Inglaterra e da Alemanha como importantes para o calendário. Com toda a tradição de um país que já recebeu a F1 em 45 oportunidades, o Brasil também figura no rol das corridas mais tradicionais do calendário do Mundial.

 
“Embora a mudança de comando tenha causado centenas de comentários e muita especulação, o fato é que grandes mudanças não acontecem de um dia para outro. Todos os países no calendário têm contratos de pelo menos por mais quatro anos. Idem as TVs”, comentou Tamas, diretor da Interpub, empresa responsável pela promoção do GP do Brasil.
 
A expectativa do empresário e promotor do GP do Brasil é que as principais mudanças envolvam, ao menos neste momento, ações voltadas para a exposição da F1, sobretudo por meio das novas tecnologias.
Tamas Rohonyi se diz tranquilo com o futuro do GP do Brasil mesmo com a saída de Bernie da chefia da F1 (Foto: Getty Images)
“Imagino que os novos controladores devem trabalhar mais em áreas novas que eles dominam bem, novos produtos para TV e mídia social. O próprio Ross Brawn, em entrevista recente, sinalizou que mudanças técnicas e esportivas levam mais de três anos para entrar em vigor”, salientou.
 
A respeito do futuro da etapa brasileira no Mundial de F1, Tamas garantiu que não há a menor preocupação.  “No caso específico do GP do Brasil, a situação continua tranquila porque, como já disse, temos contrato até 2020”, complementou.
 
Por meio de comunicado, a Interpub agradeceu Ecclestone pelo legado deixado como grande parceiro do GP do Brasil. Bernie, embora apoiador da corrida, sempre foi muito crítico com a estrutura oferecida por Interlagos, chegando a colocar o futuro da prova em xeque e condicionando sua permanência a profundas reformas na estrutura em Interlagos, o que acabou sendo executado pelo antigo prefeito, Fernando Haddad.
 
“A Interpub, responsável pela realização da corrida, iniciará agora a parceria com o Liberty Media, novo detentor dos direitos da F1, acreditando que alcançará os mesmos resultados das quatro décadas de relacionamento com o CEO Bernie Ecclestone”, disse.
Contrato do GP do Brasil com a F1 vai até 2020 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
“A relação de Bernie Ecclestone com o automobilismo brasileiro vem desde o início década de 70 quando ainda era responsável pela equipe Brabham e teve na equipe os pilotos Wilson Fittipaldi Jr. e José Carlos Pace. Depois veio Nelson Piquet e a conquista dos mundiais de 1981 e 1983”, relembrou a empresa.
 
“Depois, como dirigente máximo da Formula One Administration, Bernie Ecclestone e o promotor Tamas Rohonyi mantiveram o GP do Brasil, sem qualquer interrupção ao contrário do que aconteceu com muitos países, levando a corrida para o autódromo de Jacarepaguá e, em 1990, trazendo de volta para Interlagos onde se encontra até hoje, como o maior evento esportivo internacional da cidade de São Paulo. Contando sempre com o apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo, desde a volta para a cidade, Bernie Ecclestone esteve sempre na cidade, dialogando com os prefeitos e trabalhando para que a corrida correspondesse ao interesse do público”, acrescentou.
 
“O contrato atual com a Prefeitura Municipal vai até 2020 e nos últimos três anos o autódromo de Interlagos recebeu a maior reforma de sua história, modernizando toda sua estrutura para torná-lo um dos melhores do mundo para corridas nacionais e internacionais. Neste momento de mudança, a Interpub agradece a Bernie Ecclestone pelos 40 anos de trabalho no GP Brasil”, encerrou.
 
ECCLESTONE FORA DA F1: DISCUSSÃO QUENTE NO PADDOCK GP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube