Purista, Vettel diz que mudaria regulamento da F1 e admite desagrado por ter de economizar combustível nas corridas

Sebastian Vettel admitiu que mudaria o regulamento da F1 se pudesse e reconheceu que não gosta de ter de economizar combustível durante os GPs

Tetracampeão mundial, Sebastian Vettel admitiu que não gosta do atual do regulamento da F1. O alemão da Ferrari se colocou com um purista e afirmou que ter de economizar combustível durante as corridas não lhe agrada.
 
Falando à publicação da Alemanha ‘Auto Bild’, Vettel afirmou que as corridas atuais não são muito emocionantes para os pilotos do Mundial.
Sebastian Vettel também revelou que não é muito fã dos carros híbridos (Foto: AP)
“Sou um esportista e, na minha opinião, a F1 deveria se tratar de quem pode pilotar um carro mais rápido, não de quem pode economizar mais combustível”, defendeu. “Não há truque e não é muito emocionante do ponto de vista do piloto. Não é fácil”, continuou.
 
“Antes da curva, você tem de tirar o pé, deixar o carro ir e aí encontrar seu ponto de frenagem”, explicou. “Não é fácil, mas não é tão divertido quanto ficar acelerando até o último momento”, justificou o ferrarista.
 
 Além disso, Vettel contou que não se importa em economizar combustível no dia a dia e declarou que não é um fã dos carros híbridos.
 
“Simplesmente levo meu tempo e se a viagem leva cinco minutos a mais, não é o fim do mundo”, disse. “Se puder escolher, então vou esperar até as baterias melhorarem e contarem com motor de combustão. E se tiver um som melhor, melhor ainda”, concluiu.
VIU ESSA? SENNA VIRA ASTRO EM COMERCIAL DA HONDA

determinarTipoPlayer(“15573683”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube