Quinto em Montreal, Rosberg lamenta escolha no primeiro pit-stop, mas vê Mercedes no rumo certo

Diferente de duas semanas atrás, desta vez Nico Rosberg não chegou a fazer uma corrida brilhante. Ainda assim, o alemão somou dez pontos e agora soma 69 em sete etapas em 2013

Depois do brilho, a discrição. Duas semanas depois de ter brilhado no Principado de Mônaco, Nico Rosberg teve um desempenho apenas discreto no GP do Canadá, sétima etapa do Mundial de F1, disputado neste domingo (9). Depois de uma boa largada, onde ganhou a posição de Valtteri Bottas e subiu de quarto para terceiro, o alemão realizou seu primeiro pit-stop e colocou pneus supermacios. Na visão de Nico, a escolha foi errada e lhe fez perder não só o terceiro, mas o quarto lugar, para Fernando Alonso e Webber. No fim das contas, o piloto terminou em quinto.

Na base do “é o que tem para hoje”, Rosberg entende que não poderia ter conquistado resultado melhor. “Acho que o quinto lugar provavelmente foi o meu melhor hoje. Ainda se minha corrida tivesse sido perfeita, não seria capaz de alcançar o ritmo dos caras da frente”, disse.

Nico Rosberg não passou de um quinto lugar com o belo W04 em Montreal (Foto: Getty Images)

“Os caras [da equipe] tiveram uma decisão difícil a ser feita na primeira parada: nós estávamos preocupados com o aquecimento dos pneus mais duros, então optamos pelos supermacios para proteger minha posição de pista contra Webber e Alonso, mas, fazendo uma retrospectiva, provavelmente seríamos mais bem-sucedidos se tivéssemos ido por outro caminho porque eu poderia ter corrido um segundo stint”, comentou Nico.

Apesar de não ter sido combativo o suficiente para conquistar uma posição no pódio, Rosberg se mostrou satisfeito com a evolução da Mercedes em ritmo de corrida. “Marquei alguns bons pontos, e nós sabemos as áreas onde nós podemos melhorar nossa performance. Mas, olhando para onde nós estávamos um mês atrás, demos alguns passos em frente, e foi legal por Lewis por ele estar novamente no pódio”, afirmou o sexto lugar no Mundial de Pilotos, com 69 pontos. 

“Nós estamos caminhando no rumo certo e ansiosos para a próxima corrida em Silverstone, na casa dos nossos companheiros de equipe em Brackley e Brixworth”, concluiu Rosberg.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube