Quinto mais rápido, Webber minimiza desempenho apagado da Red Bull no primeiro dia de treinos

Australiano afirmou que "nunca vai chegar a Monte Carlo e ter um dia perfeito logo de cara" e demonstrou confiança na evolução da equipe austríaca ao longo do fim de semana em Monte Carlo: "Precisamos redescobrir o que podemos fazer para retornar à frente"


Mark Webber não teve um mau início de participação no fim de semana do GP de Mônaco, sexta etapa da temporada 2013 da F1. O australiano colocou sua Red Bull na quinta posição no primeiro dia de treinos livres no Principado, com o tempo de 1min15s404 – mais de seis décimos atrás de Nico Rosberg, mais rápido do dia.
 
No entanto, para as pretensões da Red Bull, o desempenho do time ficou aquém do esperado. Tanto que Mark foi o melhor da equipe nesta quinta-feira – Sebastian Vettel ficou em um discretíssimo nono lugar. 
 
Para o australiano, o tempo de Rosberg não é inalcançável, mas os rubrotaurinos precisam trabalhar mais para alcançar tal performance.
Mark Webber foi o quinto mais rápido no primeiro dia de treinos em Mônaco (Foto: Clive Mason/ Getty Images)
"Se pudéssemos, teríamos feito isso hoje. 1min14s7 [marca de Rosberg no treino] não está tão longe, mas vamos ver como as coisas serão", afirmou o piloto. 
 
"Realmente, não estivemos nesta janela no ano passado até a minha última volta no Q3, então precisamos redescobrir o que podemos fazer para retornar à frente. Precisamos chegar lá."
 
Por fim, Webber minimizou o desempenho opaco da Red Bull no primeiro dia de atividades em Monte Carlo, e reconheceu que é muito difícil ser competitivo e ter o acerto ideal logo no início dos trabalhos em um traçado tão peculiar quanto o de Mônaco.
 
"Você nunca vai chegar a Monte Carlo e ter um dia perfeito ou um acerto perfeito logo de cara", completou o australiano.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube