Racing Point traz Hülkenberg de volta à Fórmula 1 para substituir Pérez na Inglaterra

Nico Hülkenberg foi o escolhido da Racing Point para substituir Sergio Pérez, que testou positivo para o novo coronavírus, no GP da Inglaterra

A Racing Point demorou algumas horas, passou a noite discutindo o assunto e, na manhã desta sexta-feira (31), anunciou Nico Hülkenberg como substituto de Sergio Pérez no GP da Inglaterra do fim de semana. A confirmação veio depois que o alemão fez o teste para Covid-19. Com o resultado negativo, o piloto de 32 anos assegurou seu regresso à Fórmula 1. Minutos depois, Nico já estava com o macacão e pronto para acelerar no primeiro treino livre em Silverstone.

Pérez foi afastado das atividades na quinta-feira. Pela manhã, o resultado do teste do novo coronavírus deu inconclusivo para o mexicano, que foi afastado da entrevista coletiva da FIA. Horas depois, num segundo teste, o resultado foi positivo. Com isso, Pérez foi colocado em isolamento.

Nico Hülkenberg já apareceu de uniforme da Racing Point no paddock (Foto: Reprodução/Twitter)

Ainda não está claro quanto tempo o mexicano ficará fora, mas uma diretriz do governo do Reino Unido aponta obrigatoriedade de quarentena de ao menos dez dias para quem está com o coronavírus. Caso essa regra seja aplicada, Pérez também vai perder o GP do Aniversário de 70 anos na semana que vem, também disputado em Silverstone.

Hülkenberg está fora da F1 desde que deixou a Renault, substituído por Esteban Ocon, no fim do ano passado. E é um velho conhecido da Racing Point, porque defendeu as cores do que então era a Force India por duas passagens. Na primeira, em 2011 e 2012, passou o primeiro ano como reserva e marcou 63 tentos no ano em que esteve na pista – mais que o companheiro Paul di Resta; na segunda passagem, ao lado do próprio Pérez, ficou entre 2014-16 e marcou 226 pontos.

Após deixar a equipe rumo à Renault, em 2017, fez piada com a pintura rosa que a equipe passou a colocar na pista em virtude do forte patrocínio da BWT, companhia austríaca de tratamento de água.

Além de Hülkenberg, chegaram a ser cogitados Esteban Gutiérrez e Stoffel Vandoorne, reservas da Mercedes">Mercedes.

A volta de Hülkenberg, que começou como um mero rumor distante da realidade, ganhou força com o passar das horas. Na imprensa alemã, através da RTL, a informação era de que Nico já estava até mesmo se deslocando para Silverstone. Caso tivesse resultado negativo no teste de coronavírus, ficaria liberado para assumir o RP20.

Os sinais ficaram ainda mais fortes com a aparição de mecânicos da Racing Point carregando material para moldagem de assento. Era como a fumaça branca saindo da chaminé do Vaticano: alguém fora escolhido. E este alguém era Hülkenberg.

GRANDE PRÊMIO transmite AO VIVO e em TEMPO REAL todas as atividades do fim de semana do GP da Inglaterra, quarta etapa da temporada 2020 da Fórmula 1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube