Räikkönen fala em “aborrecimentos na F1” e lembra: “A família é bem mais importante”

Kimi Räikkönen está em uma nova fase após ter virado pai. O finlandês segue empolgado e interessado pela F1, mas sabe que nada mais importa do que a criação dos filhos e deixa os problemas da carreira de lado

Robin e Rianna mudaram completamente a vida de Kimi Räikkönen. Desde que virou pai, o finlandês só tem olhos para a criação dos filhos e, mesmo conhecido no paddock como 'Homem de Gelo', se transforma ao falar dos dois. Atualmente na Alfa Romeo e membro mais veterano no grid com 40 anos, Kimi afirma que ainda se sente bem na F1, mas que tudo de bom e de ruim da categoria fica menor perto da paternidade.
 
Räikkönen não tem dúvidas ao afirmar que criar os filhos é o que mais importa em sua vida. A F1, categoria em que vai estabelecendo marcas de longevidade, ainda importa, mas atualmente tem servido mais para tirar o tempo do campeão de 2007 com as crianças.
 
"A paternidade muda seus horários completamente e te faz ficar muito mais preocupado, já que são crianças pequenas, precisam de você. Algumas coisas novas acabam ficando mais importantes na vida, agora a família é muito mais importante para mim do que as corridas, ainda que goste de correr. A parte mais dura para mim tem sido ficar tanto tempo fora de casa, há muito mais aborrecimentos na F1 do que parece", disse em entrevista ao jornal espanhol 'El País'.
Kimi Räikkönen (Foto: Alfa Romeo)

O finlandês falou também sobre mudar de atitude quando está com os filhos, mas acredita que isso seja natural de qualquer um. Kimi pensa apenas em tentar curtir todos os momentos da infância dos pequenos.

 
"Aproveito muito a paternidade. Fico muito feliz quando passo meu tempo com eles, é muito bonito de ver como eles estão crescendo. Para mim, é bem importante estar em casa o máximo de tempo possível, passar tempo com eles, jogar, ajudar. Nossa vida é bem comum, sou um cara em casa diferente do que sou no trabalho, acho que todos somos", seguiu.
 
Conhecido por ser um cara mais discreto, Räikkönen comentou que não vai mudar seu estilo para virar notícia e que não se preocupa muito se alguns não gostam de sua forma de agir publicamente.
 
"Não faço nada para sair na imprensa. É óbvio que fico feliz de ter pessoas me acompanhando, mas a minha única intenção mesmo é fazer as coisas que me fazem feliz. Enquanto houver o que te faça feliz como pessoa, nada mais importa. Ser feliz vai te ajudar no seu trabalho, seja pilotar um carro ou qualquer outra coisa, te ajudará na sua vida cotidiana. Se as pessoas gostam de você como você é, ótimo, mas, se não gostam, tudo bem também. Cada um é cada um e eu nunca fiz nada para agradar ninguém, faço o que acredito pensando em mim", completou.
 

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube