Räikkönen ignora quebra de recorde de corridas na F1: “Não estou animado”

Kimi Räikkönen está muito próximo de bater Rubens Barrichello e virar o piloto com mais corridas na história da Fórmula 1. Apesar disso, campeão mundial de 2007 não está preocupado com o feito, e visa melhor temporada para Alfa Romeo, que foi oitava colocada entre os Construtores em 2019

Kimi Räikkönen fará história na Fórmula 1 em 2020. O finlandês de 40 anos quebrará o recorde de corridas na categoria, que pertence ao brasileiro Rubens Barrichello. O piloto da Alfa Romeo tem 313 largadas na F1, e deve bater a marca no GP da Áustria, que acontece em julho.
 
Apesar de estar muito próximo de uma marca história, Räikkönen não se anima com o recorde. O finlandês está mais focado em melhorar o desempenho da Alfa Romeo, que foi apenas oitava colocada no Mundial de Construtores em 2019.
 
"Sobre isso [recorde], não estou animado. Não me dá nada. Porém, estou animado para correr de novo. Podemos melhorar em relação ao último ano, aprender as lições com o que fizemos de errado e de bom para poder se aproximar do pelotão da frente, mas só o tempo irá dizer, ainda é muito cedo", disse Kimi em entrevista ao site da Fórmula 1.
Kimi Räikkönen (Foto: Alfa Romeo)
Campeão mundial em 2007, Räikkönen teve uma segunda passagem pela Ferrari entre 2014 e 2018. O veterano acabou trocado por Charles Leclerc e correu a última temporada pela Alfa Romeo. Para ele, a pressão nas duas equipes não é diferente.
 
"Eu não acho que a pressão foi diferente. Obviamente queremos ir bem, e foi ruim o time ter queda, mas como piloto, penso que todos colocam pressão em si mesmo, e no fim, o nosso trabalho na corrida não é muito diferente de qualquer outro time. As reuniões são muito parecidas. As corridas estão ali", comentou.
 
Apesar da pressão das corridas ser semelhante, o finlandês comemorou o fato da Alfa Romeo ser menos midiática e menos cansativa, já que a sede na Suíça diminuiu o tempo de viagens do piloto de 40 anos.
 
"Fora das corridas, tem sido menos corrido, então essa é a parte boa. O time é próximo do lugar que moro, então não preciso viajar por diferentes países. Isso ajuda muito, tenho um pouco mais de tempo para passar com a família", concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube