Räikkönen vê terceiro lugar como “melhor que poderia esperar” no GP da Hungria

Com uma parada a mais que os ponteiros da prova, Kimi Räikkönen alcançou o que ele considera ser o melhor que poderia obter na Hungria. Lidando com a falta de água, o finlandês aproveitou o fim da corrida para se aproximar até garantir o pódio

Depois de uma parada que parecia ter comprometido suas chances de ir ao pódio, Kimi Räikkönen recuperou o ritmo e, com ajuda de Sebastian Vettel no final, alcançou o terceiro lugar no GP da Hungria deste domingo (29). O finlandês ainda teve que lidar com a falta de água durante uma corrida quente e desgastante: a Ferrari esqueceu de conectar a garrafa que carregava a bebida para o piloto.
 
Räikkönen largou na terceira posição, mas não teve um bom início e perdeu o lugar para Vettel. Com uma primeira parada longa, e depois a necessidade de, mais uma vez, ter que trocar pneus, se desenhava uma corrida distante do pódio para o finlandês.
 
A perseguição pelo segundo lugar de Vettel, porém, deu tempo para Kimi recuperar os segundos perdidos e encostar no companheiro de equipe – mantendo-o à frente quase por formalidade.
 
Por fim, o toque de Vettel com Bottas abriu espaço para que ele também pudesse passar pelo piloto da Mercedes e ir ao pódio.
Toque entre Vettel e Bottas deu dobradinha para Ferrari no GP da Hungria (Foto: Twitter/Reprodução)
O finlandês acredita que fez tudo o que poderia ter sido feito na corrida para levar as duas Ferrari ao pódio, mas ressaltou que ainda precisa trabalhar nas largadas para que não se tornem um problema no futuro.
 
"Foi o melhor resultado que poderíamos esperar. Longe de uma largada ideal – precisamos melhorar um pouco para torná-las um pouco mais fáceis – e então alcançamos Bottas após a primeira parada, mas não houve chance de ultrapassar”, afirmou Kimi.
 
A segunda parada do piloto o manteve algumas voltas ainda na quinta colocação, mas logo se mostrou como uma estratégia acertada para a parte final da prova.
 
"A nossa opção era parar de novo e tentar mais uma vez. Pelo menos conseguimos um lugar de volta, mas, longe do ideal, acho que hoje tivemos uma boa velocidade. Mas o que você pode fazer? Às vezes é assim, mas você pega os pontos e vá para a próxima", encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube