Realista, McLaren mantém pés no chão após bom 2019: “Não nos empolgamos”

Chefe da McLaren, Andreas Seidl abriu 2020 falando sobre onde é possível a equipe melhorar após a boa temporada passada: “Em tudo”, disse o alemão, que não se ilude com o positivo 2019: “Nosso objetivo é nos tornar os melhores neste esporte novamente no futuro e sabemos que estamos longe disso agora”

A McLaren viveu um 2019 de reação e grandes momentos. Quebrou um jejum de mais de cinco anos longe do pódio e, com Carlos Sainz e Lando Norris, fechou a temporada na quarta colocação, superando de longe a Renault, sendo a ‘campeã’ da chamada F1 B. Entretanto, Andreas Seidl, chefe da equipe de Woking, é muito cauteloso sobre a fase da McLaren quando analisa o que está por vir em 2020.
 
Em entrevista veiculada pelo site oficial da equipe neste 1º de janeiro, Seidl foi questionado sobre em que ponto a McLaren pode melhorar em 2020. A resposta dá bem a dimensão do nível de exigência do dirigente alemão.
 
“Em tudo. Nosso objetivo é nos tornar os melhores neste esporte novamente no futuro e sabemos que estamos longe disso agora. Não nos empolgamos com a boa temporada que acabamos de ter. Permanecemos humildes e vamos seguir respeitando nossos adversários. Estamos cientes das nossas fraquezas e vamos continuar trabalhando duro com o plano que temos para melhorar”, salientou.
Andreas Seidl não se empolga com o bom momento da McLaren (Foto: Reprodução/Twitter)
“Estamos em uma jornada e você pode perceber um grande momento na equipe. Nossa abordagem e o compromisso que temos da parte dos acionistas significa que estou otimista de que podemos ser bem-sucedidos novamente, mas você precisa ser realista sobre o que é possível ano após ano”, comentou Seidl.
 
O chefe da McLaren seguiu o discurso proferido por Sainz ainda na temporada passada, durante o fim de semana do GP do Brasil, a respeito dos objetivos da equipe para 2020: evoluir a performance do carro para ficar mais perto das equipes do ‘trio de ferro’ da F1, Mercedes, Ferrari e Red Bull.
 
“Antes de tudo, estou muito feliz com o progresso que eu vejo na fábrica a respeito da preparação para a temporada 2020. Acho que nós temos uma boa compreensão dos pontos fracos que o MCL34 teve em 2019 e é ótimo ver o quanto toda a equipe está trabalhando duro para melhorar”, explicou.
 
“Estou otimista de que possamos dar o próximo passo, que é reduzir a diferença de tempo para as três primeiras equipes do grid”, finalizou Seidl.

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube