Red Bull diz que 2º lugar “era o que dava” no Brasil, mas reitera: “Temos bom carro”

Christian Horner, chefe da Red Bull, acredita que motor novo da Mercedes deu certa vantagem de potência na sexta-feira de classificação em Interlagos

F1 EM SÃO PAULO: TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO EM INTERLAGOS | Briefing

Após a indicação de que a Mercedes era superior, oferecido no treino livre de mais cedo, Lewis Hamilton sobrou na classificação desta sexta-feira (12), em Interlagos. Apesar da derrota acachapante para o maior rival, o chefe da Red Bull, Christian Horner, admitiu: o segundo lugar era só o que dava para Max Verstappen.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Apesar de Verstappen terminar quase 0s5 atrás de Hamilton, Horner deixou claro: não tinha como bater o #44 e o motor zero bala da Mercedes.

“Vimos pela manhã que Lewis estava muito forte: o motor novo está obviamente fornecendo uns cavalos de potência extras. Está ok para a gente ficar com um lugar na primeira fila. É difícil prever qualquer coisa, mas colocamos alguns décimos para Bottas e o segundo lugar era o melhor que dava para esperar na classificação”, disse.

“Acho que sabemos o motivo [da derrota], mas temos um bom carro. O clima vai esquentar ao longo do fim de semana e os pneus serão um fator aqui. Vamos ver na corrida sprint do sábado”, seguiu.

Lewis Hamilton vai largar em primeiro no sábado após superar Red Bull (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Questionado sobre se Verstappen está disposto a correr riscos na prova sprint, assentiu. “Max é um piloto de corridas, então, se tiver a chance de tomar a ponta na largada, vai tentar. Ele precisa terminar em segundo para ficar com a pole no domingo, mas você precisa tentar na largada e ver o que acontece”, opinou.

“Verstappen falou sobre o eixo dianteiro [pediu para ser mudado ao longo da classificação], mas amanhã vai ser mais sobre o eixo traseiro. No domingo, particularmente, com a temperatura mais quente. Creio que temos um carro decente, então vamos ver”, finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL. No sábado, o TL2 está marcado para as 12h (de Brasília), enquanto a corrida sprint começa às 16h30.

Paddockast #129: Tudo que você precisa saber sobre o GP de São Paulo
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar