Red Bull decide trocar motor e faz Pérez largar em último no GP da Holanda

Diante de uma classificação ruim de Sergio Pérez na Holanda, a Red Bull optou por promover a troca do terceiro motor do carro do mexicano, que, punido, vai largar do fundo do grid

Carlos Sainz bateu forte a Ferrari na inclinada curva 3 do circuito de Zandvoort no treino livre 3 (Vídeo: F1 TV)

A classificação do GP da Holanda foi das mais complicadas para Sergio Pérez, neste sábado (4). O mexicano teve seu pior resultado da temporada de 2021 ao ficar apenas no Q1. Por isso, a Red Bull vai aproveitar a chance para fazer a troca da unidade de potência do carro #11 para a corrida em Zandvoort. E como o piloto já faz uso do terceiro motor, a mudança significa punição, uma vez que o regulamento fala que só é possível usar três unidades por temporada. Assim, diante das alterações, Pérez terá de largar da última posição do grid. Mas, para Helmut Marko, consultor dos taurinos, vale a pena pelas circunstâncias de ‘Checo’, que largaria apenas em 16º.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Vamos usar esta oportunidade para trocar o máximo possível de peças do motor, para que possamos limitar os danos e evitar mais punições no grid pelo resto da temporada”, afirmou Marko, em entrevista à emissora austríaca Servus TV.

Embora sofra com a sanção, a troca pode ser uma saída para a Red Bull pensando no GP da Itália, em Monza, na semana que vem. Normalmente, as equipes preferem que os carros usem motores com menos quilometragem — ou seja, mais novos — para a disputa no veloz e exigente circuito italiano. Além disso, Monza sediará a segunda corrida em formato sprint da F1 na temporada, o que, com um motor novo, pode ser uma boa ideia.

Sergio Pérez vai largar da última posição no grid por exceder o limite de apenas três motores permitidos em uma temporada (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A necessidade de um quarto motor ser utilizado tanto por Vestappen quanto por Pérez já é conhecida desde o GP da Hungria. Os dois pilotos foram vítimas de um acidente causado por Valtteri Bottas em uma pista úmida. O mexicano abandonou no ato, enquanto o holandês conseguiu carregar um carro altamente avariado para terminar em nono.

Fórmula 1 acelera neste domingo, às 10h (de Brasília, GMT-3), para a largada do GP da Holanda. Uma hora antes, o GRANDE PRÊMIO apresenta o BRIEFING pré-corrida com a prévia da etapa em Zandvoort e as últimas informações antes da largada.

GP DA HOLANDA DE F1: VERSTAPPEN É POLE E HAMILTON É 2º NO GRID DE LARGADA | Briefing

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar