Red Bull defende pit-stop de Verstappen em Baku: “Parecia que De Vries sairia dali”

Max Verstappen viu Sergio Pérez assumir a liderança do GP do Azerbaijão ao ser chamado pela Red Bull aos boxes logo antes da entrada do safety-car. Porém, Christian Horner, chefe da escuderia, defendeu a decisão

Sergio Pérez venceu o GP do Azerbaijão, realizado na manhã deste domingo (30), depois que a Red Bull chamou Max Verstappen — então líder — para trocar os pneus pouco antes de o safety-car entrar na pista. O piloto mexicano, que também triunfou na corrida sprint no sábado (29), aproveitou e assumiu a ponta na volta 12, quando o carro de segurança precisou ser acionado para que a AlphaTauri de Nyck de Vries fosse removida da curva 6.

Verstappen já reclamava da aderência dos pneus àquela altura, e a Red Bull optou por chamar o bicampeão para a troca dos compostos na volta 11, quando a bandeira amarela estava acionada apenas nos setores 1 e 2 do circuito de Baku. Embora a entrada do carro de segurança parecesse óbvia, a equipe austríaca explicou a parada ‘precoce’ do holandês.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Max Verstappen perdeu o primeiro lugar nos boxes, mas chegou em segundo no Azerbaijão (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Era o momento ideal para parar, do ponto de vista de desempenho. De Vries bateu na parede, o motor ainda estava funcionando e, para nós, parecia que ele apenas daria ré e sairia dali”, explicou Christian Horner, chefe da Red Bull. “Max estava falando sobre os pneus traseiros antes da parada. Ele liderava o GP quando aconteceu o incidente, mas não parecia tão confortável com o acerto do carro quanto ‘Checo'”, reconheceu.

Horner ainda aproveitou a oportunidade para elogiar o fim de semana de Pérez. Antes da bandeira amarela, o #11 da equipe austríaca estava a menos de 1s de Max e já esboçava um ataque ao bicampeão mundial. Além disso, ao vencer as duas corridas do fim de semana, o mexicano somou 33 pontos importantes para os dois campeonatos em andamento.

“Ele [Perez] teve um fim de semana sensacional, sempre foi excelente nesta pista. Não sei o que há de diferente nela, mas ele sempre se destaca. Teve um pouco de sorte com o safety-car, mas manteve o bom ritmo ao longo da prova. Foi uma exibição fenomenal”, elogiou Horner.

Com o resultado, Pérez vai a 87 pontos e reduz a diferença em relação a Verstappen (93) para seis tentos na tabela de classificação, enquanto a Red Bull acumula mais uma vitória e se mantém no topo do Mundial de Construtores, com 180 pontos. A Fórmula 1 retoma suas atividades entre os dias 5 e 7 de maio, com o GP de Miami, nos Estados Unidos.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.