Red Bull descarta irritação com derrota em Singapura, única na F1 2023: “Traz humildade”

Christian Horner, chefe da Red Bull, disse que a derrota no GP de Singapura trouxe lições e "manteve a equipe humilde". Segundo ele, tendência é de que outras competidoras se aproximem do carro austríaco na próxima temporada da Fórmula 1

Ao longo da temporada 2023, o domínio absoluto da Red Bull na Fórmula 1 motivou a seguinte pergunta: seria possível para os taurinos se tornarem a primeira equipe a vencer todas as corridas da categoria em um ano? No fim, a marca não veio, e exclusivamente por uma etapa: o GP de Singapura vencido por Carlos Sainz, onde o RB19 não se adaptou.

Chefe da equipe austríaca, Christian Horner descartou qualquer incômodo com a única derrota do time no ano. Segundo ele, vencer 21 de 22 etapas já é um feito incrível, e o revés em Marina Bay trouxe humildade à Red Bull, que identificou problemas e percebeu que ainda há o que melhorar.

“Não [há irritação], isso deixa você humilde e mostra que ainda há algo a buscar”, disse Horner. “Ver que as coisas podem mudar rápido é uma lição útil. Singapura foi um fim de semana único. A mídia me pergunta desde a terceira corrida se acho que poderíamos vencer todas no ano. Vencer 21 de 22 já é uma insanidade”, apontou.

“Max [Verstappen] liderou mais de 1.000 voltas, venceu 19 corridas, batemos o recorde da McLaren de 1988, o de Seb [Vettel] em 2013 [de mais vitórias em um ano], além do aproveitamento de vitórias e todas as porcentagens que ele atingiu. Esse carro será histórico, certamente por muito tempo, como o mais dominante da história da F1”, celebrou.

O GP de Singapura foi o único de Verstappen fora do pódio em 2023 (Foto: Red Bull Content Pool)

A etapa de Singapura foi a única em que a Red Bull não conseguiu demonstrar competitividade na temporada de 2023, com um carro claramente incomodado com as oscilações e o traçado da pista urbana. No fim, Max Verstappen terminou apenas em quinto, seu pior resultado do ano e o único fora do pódio, enquanto Sergio Pérez foi o oitavo.

Como tem repetido desde o fim da temporada, Horner acredita que outras equipes vão se aproximar da Red Bull em 2024. Para o britânico, a estabilidade do regulamento permite isso, já que a evolução dos taurinos acontece de forma mais devagar do que os demais competidores.

“Vimos isso com a Mercedes em 2020. Se você lembrar, aquele foi o ano mais dominante deles e, ainda assim, conseguimos vencê-los em 2021”, destacou. “Houve uma mudança de regra sutil, mas acho que nada fica parado e temos competidores se aproximando em diferentes pistas”, avaliou.

Carlos Sainz acabou com a série invicta da Red Bull em Singapura (Foto: AFP)

“Tenho certeza de que alguns conceitos vão convergir, regulamentos estáveis sempre mostram isso. Então, acho que não será possível repetir a temporada que tivemos. Espero que possamos tirar as lições do RB19 e aplicá-las no RB20 para voltar e defender esses títulos”, afirmou.

Além disso, Horner destacou que outras equipes da categoria se “revezaram” no posto de segunda força em pistas diferentes. Porém, na opinião do chefe da Red Bull, o que fez a diferença foi ter Verstappen, que dominou absolutamente todos os aspectos da pilotagem ao longo do ano e não deu chances à concorrência.

“Em diferentes momentos, tivemos diferentes times [como segunda força], não? A McLaren surgiu, a Ferrari também apareceu, a Mercedes melhorou em determinado momento. Então, variou de pista para pista”, analisou. “E Max, particularmente, foi incrível esse ano pela forma como dominou o carro, as estratégias e os pneus”, completou.

Horner espera por uma competição mais apertada em 2024 (Foto: Red Bull Content Pool)

“Quase não precisamos dos estrategistas, porque ele parecia fazer as estratégias dos dois carros. Mas, como a estrategista apontou para mim, ele é consideravelmente mais caro do que ela. Suas capacidades com o carro são incríveis”, finalizou.

Com a temporada encerrada, a Fórmula 1 retorna apenas no ano que vem, no dia 2 de março, com a estreia do campeonato no GP do Bahrein.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.