Red Bull ganha primeiro assalto, mas GP do Bahrein vai exigir mais em F1 equilibrada

Max Verstappen não só confirmou a grande performance da Red Bull neste início de temporada da F1, como também assustou. Com um a volta excepcional nos instantes finais do Q3, o holandês impôs uma derrota de quase quatro décimos em Lewis Hamilton. O taurino ainda é favorito, mas a corrida se apresentar mais parelha

Verstappen na pole e Hamilton em segundo: veja o resumo do sábado em Sakhir (Créditos: Reuters/Grande Prêmio)

Pode até soar repetitivo, mas ainda vale: a Fórmula 1 está mesmo deixando o público sonhar. A classificação deste sábado (27) foi assustadoramente interessante, ultrapassando e muito aquela sensação de surpresa da pré-temporada. E a tabela de tempos trouxe informações ainda mais peculiares para o campeonato que começa às 12h (de Brasília), neste domingo. O grande destaque é a pole-position – que ficou com a Red Bull. Depois de liderar as três sessões de treinos, Max Verstappen brilhou na noite do Bahrein.

Tirando proveito de um carro bem mais dócil, mas impressionantemente mais rápido, o holandês cravou pela quarta vez na carreira a posição de honra do grid. E de quebra ainda colocou quase quatro décimos em cima de Lewis Hamilton, que trabalhou muito para domar essa indócil Mercedes. A performance não só confirmou as previsões após os testes, como também mexeu com as garagens adversárias.  

De fato, a Red Bull teve uma interpretação melhor do novo regulamento e soube equilibrar melhor o carro com as mudanças no assoalho e na parte traseira. A Honda fez um trabalho igualmente competente. Assim, Max tem nas mãos um modelo para brigar constantemente por vitórias. O título é outra história, que vamos descobrir mais adiante – muito embora Verstappen esteja pronto para essa conversa. A única ressalva aqui é Sergio Pérez.

Lewis Hamilton vai largar de segundo no Bahrein (Foto: F1)

O 11º lugar no grid está longe do que foi imaginado para a estreia do mexicano, que carrega enorme expectativa. Ainda assim, os energéticos relativizaram o desempenho, uma vez que insistiram nos pneus médios uma segunda vez após a volta deletada por um erro no Q2. De qualquer forma, Pérez é um piloto ótimo em corrida e o ritmo do RB16B vai oferecer essa chance a ele.

Por outro lado, a Mercedes foi capaz de resolver parte de seus problemas, com pequenos ajustes nessa última semana, mas a traseira ainda segue arisca. E isso ficou claro nas correções feitas por Hamilton e nas mudanças realizadas entre o terceiro treino e a classificação. O inglês já entende melhor essa pequena diva que é o W12, enquanto Valtteri Bottas ainda pena para tirar tempos de volta e ritmo de prova. Mesmo assim, conseguiu um lugar para abrir a segunda fila do grid.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIESComo foram os treinos livres da Fórmula 1 2021 no Bahrein

Só que se a classificação foi a grande arma dos taurinos, a corrida tende a ser mais parelha nesse domingo. Isso porque os três estão em estratégias muito semelhantes – o trio larga de pneus médios. E foi em cima desse composto, que Verstappen e Hamilton apresentaram um desempenho muito próximo, com voltas em torno de 1min37s5. A largada, sempre tumultuada em Sakhir, e a tática de pits definir o vencedor. Portanto, a Red Bull também terá de confirmação aí a performance dos testes. Porque a Mercedes, ao menos nas mãos do heptacampeão, segue com a força de sempre.

O GP do Bahrein de Fórmula 1 tem largada marcada às 12h (de Brasília) deste domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.


GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube