Red Bull diz que Verstappen teria vencido em Miami com mesma estratégia de Pérez

Foi Max Verstappen quem quis largar com os pneus duros, e Christian Horner apenas consentiu diante da confiança do holandês. E mesmo se fossem os médios, o #1 teria vencido em Miami de qualquer forma, na visão do dirigente

A tática de largar com os pneus duros nem sempre é a preferida dos pilotos por conta da temperatura da borracha e também a aderência, mas Max Verstappen foi para o GP de Miami disposto a tentar algo diferente. Vendo a confiança do holandês, o chefe da Red Bull, Christian Horner, apenas consentiu, e depois reconheceu que Max teria vencido a corrida em Miami mesmo se tivesse optado pela mesma estratégia de Sergio Pérez.

Na pole-position, Pérez foi para o primeiro stint com os pneus médios, enquanto Verstappen preferiu os de faixa branca. E o que se viu na pista foi o #1 fazer uma perna de nada menos que 45 voltas num ritmo impressionante antes da troca obrigatória.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Max Verstappen sobrou em Miami, na opinião de Horner (Foto: Red Bull Content Pool)

“Acho que se ele [Verstappen] tivesse usado a outra estratégia, o desempenho teria sido muito semelhante ao visto hoje [na corrida]”, começou Horner. “Acredito que ele tenha ficado frustrado consigo mesmo depois da classificação, claro, com o erro e por não ter tido chance de corrigi-lo. Mas ele foi para a corrida confiante e só quis fazer algo diferente”, acrescentou.

“A estratégia foi discutida, obviamente, todos os números foram trabalhados ao longo da noite, e nós pesamos os pós e os contras. Max e sua equipe de engenharia estavam ansiosos para colocar isso em prática. Fiquei feliz por assinar e dizer que se era o que ele queria fazer, então tudo bem”, completou, dando o devido crédito ao comandado.

Sobre Pérez, o chefe dos taurinos argumentou que foi um resultado típico do esporte, mas que os 18 pontos estavam longe de ser algo ruim — até porque, ninguém venceria Verstappen na pista da Flórida, na visão de Horner.

“Acredito que sejam as voltas do esporte, não? Uma semana atrás, ele estava em alta. Mas não acho que ele esteja tão decepcionado. Ele ainda está saindo daqui com 18 pontos. E não acho que alguém teria sido capaz de bater Max hoje”, avaliou.

“As primeiras dez voltas, ele gerenciou o ritmo muito bem”, seguiu o inglês. “Ele começou a pressionar após as dez primeiras voltas e a construir a liderança. Talvez se olhássemos para a corrida novamente, ele poderia ter pressionado mais no primeiro stint, porque o pneu médio acabou sendo um composto muito bom, como vimos com Fernando, andando bastante hoje”, concluiu Horner.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.