Renault planeja entregar versão atualizada do motor para Red Bull e Toro Rosso somente no GP dos EUA

Rémi Taffin, diretor de operações da Renault, revelou que a fabricante pretende disponibilizar a partir do GP dos EUA, em outubro, uma versão atualizada do motor V6 para Red Bull e Toro Rosso

A Renault planeja disponibilizar para a Red Bull e a Toro Rosso a versão mais atualizada de seu motor V6 a partir do GP dos EUA, em Austin, no fim de outubro, independentemente da decisão de ambas de usar ou não as novas unidades de potência em 2015 na F1.
 
A fabricante francesa, que deve mesmo encerrar o vínculo com a equipe austríaca no fim da temporada, havia planejado inicialmente introduzir a atualização no GP da Rússia, mas, como algumas peças não ficaram prontas a tempo dos testes, a montadora optou por adiar a estreia. 
Rémi Taffin é o diretor da Renault (Foto: Frederic Le Floch/DPPI)
"Nós tínhamos planejado apresentar a mais recente especificação do motor em Sochi, mas algumas partes ainda estão em fase de testes", disse Rémi Taffin, diretor de operações da Renault, em entrevista ao site da revista inglesa 'Autosport'.
 
"O que falta é a validação. Antes de qualquer mudança ser implementada, há um ciclo de testes no dinamômetro, além dos estudos de confiabilidade. E isso pode levar algum tempo e não é algo que queremos fazer com pressa. Por isso, agora, para ser realista é bom pensarmos apenas em Austin", completou.
 
Nesta fase da temporada, Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat já superaram o limite de quatro motores e já cumpriram as punições devidas. Ainda assim, se a Red Bull optar por novas trocas, terá novas sanções. No início deste mês, Christian Horner falou sobre o assunto e afirmou que só vai aceitar mudar as unidades "se realmente valer a pena".
 
Em resposta aos comentários de Horner, Taffin disse que nada disso atrapalha o desenvolvimento da Renault. "Quando uma nova especificação é introduzida, a equipe tem de cumprir uma punição, então ponderar se vale a pena mesmo. Por isso, se o time não quiser fazer a troca, nós vamos respeitar. O importante é que o motor vai estar disponível", explicou o francês.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube