Renault quer maior reconhecimento por tricampeonato consecutivo da F1 como fornecedora de motores

O chefe de operações da montadora francesa disse que está chateado com a falta de reconhecimento dado à empresa pelos bons resultados na F1. Ele cobrou um marketing mais agressivo da fabricante

Embora não tenha mais uma equipe oficial na F1, a Renault quer parte das glórias dos três últimos títulos mundiais conquistados pela Red Bull, que usa seus motores. O chefe de operações da montadora, Carlos Tavares, afirmou que falta à empresa um marketing mais agressivo para que possa promover as conquistas.

“Nós estamos frustrados com a falta de reconhecimento que temos por vencer adversários como a Ferrari e a Mercedes. Mas parte do nosso problema está na nossa equipe de marketing global. Está claro que precisamos criar uma maior repercussão daquilo que estamos fazendo”, declarou à revista inglesa ‘Autosport’.

A Renault quer mais reconhecimento pelos feitos na F1 (Foto: Red Bull/Getty Images)

“Nós somos campeões do mundo. Nós conseguimos vender nossos motores às equipes por causa disso, mas não temos maior reconhecimento”, completou Tavares, frustrado com o fato de pouca gente dar valor à Renault ter vencido Mercedes e Ferrari.

Apesar da lamentação, o dirigente se mostrou satisfeito com a relação com as equipes. Tavares afirmou que a fabricante tem laços com Williams, Lotus e Caterham e está contente com essas escuderias.

“O relacionamento com todas as nossas equipes é bom, até mesmo emocional. O próprio Frank Williams tem muito respeito pela Renault, não apenas pelos campeonatos que ganhamos no passado, mas também pela sua humildade e personalidade. Com a Lotus, nós temos laços históricos, por causa de Enstone, enquanto a Caterham é nossa parceira no projeto da Alpine para o endurance”, disse.

Quanto à Red Bull, o chefe da Renault afirmou que espera conseguir o mesmo sucesso e relação que tem com os demais times. “Todos esses três times tem uma ligação histórica com a Renault, e isso conta muito. Talvez um dia possamos chegar a esse mesmo ponto com a Red Bull”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube