Ricciardo admite força de rivais, mas vê chance de reação da Red Bull: “Precisamos entender o carro um pouco melhor”

Daniel Ricciardo reconheceu que, no momento, a Red Bull não tem o carro mais rápido do grid, mas se mostrou confiante nas chances de recuperação do time dos energéticos. Australiano afirmou que apenas precisa entender melhor o RB13

 

1s266 atrás da Ferrari de Kimi Räikkönen nos testes coletivos da F1, Daniel Ricciardo reconheceu que a Red Bull não tem o carro mais rápido do grid, mas defendeu que o time dos energéticos pode reverter a situação.

 
Após oito dias de testes em Barcelona, Ricciardo cravou 1min19s900 na melhor de suas 337 voltas e ficou com o nono posto no resultado combinado. Companheiro de equipe do australiano, Max Verstappen fez o sexto melhor registro e ficou a 0s804 do líder.
Daniel Ricciardo afirmou que Red Bull apenas precisa entender melhor o RB13 (Foto: Red Bull Content Pool)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Neste cenário, Ricciardo reconheceu que as rivais são mais fortes, mas garantiu que a Red Bull pode reverter a situação, ainda que não a tempo do GP da Austrália, primeira prova do ano.
 
“É muito cedo para dizer”, disse Ricciardo em entrevista à emissora inglesa Sky Sports. “Nós não fomos os mais rápidos no teste, então eu diria que, no momento, nós não somos os mais rápidos”, seguiu.
 
“Podemos ser os mais rápidos? Acho que podemos. Seremos até Melbourne? Provavelmente não até Melbourne, mas vamos ver”, comentou.
 
Questionado se problemas com o motor Renault deixaram a Red Bull para trás, Daniel respondeu: “Não. Acho que estamos bem equilibrados com o chassi e a unidade de potência no momento”.
 
“Podemos melhorar um pouco nos dois, mas sinto que está lá. Algumas voltas que dizemos nos testes eu senti ‘Este carro é bom’ e em outras foi como ‘É, nós ainda temos algum trabalho a fazer’”, contou. “Então está lá, só precisamos entender um pouco melhor”, concluiu.

#GALERIA(6958)
PADDOCK GP #69 DEBATE ABERTURA DA INDY, TESTES DA F1 E MOTOGP E LEMBRA JOHN SURTEES

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube