Ricciardo lamenta por “momento difícil e azar” de Verstappen, mas aposta em reação e diz: “Ele não tem culpa”

A grande fase de Daniel Ricciardo contrasta com a enorme falta de sorte do seu companheiro de equipe, que abandonou quatro das seis últimas corridas da temporada. O australiano, ao contrário, conquistou três pódios seguidos, sendo que o último foi a vitória inesperada no GP do Azerbaijão. Como bom companheiro e com a postura de irmão mais velho, Ricciardo prestou apoio ao jovem holandês

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Uma velha máxima da F1 diz que o primeiro adversário a ser batido por um piloto é seu companheiro de equipe. Mas Daniel Ricciardo não se alegra com a má fase do seu parceiro de Red Bull, Max Verstappen. Os dois vivem momentos opostos nesta fase em que a temporada se encaminha para o desfecho da primeira metade do campeonato. Ricciardo vem de três pódios consecutivos e de uma inesperada vitória no GP do Azerbaijão no último domingo (25). O jovem holandês, ao contrário, amarga uma maré de azar que teve sua sequência em Baku com o quarto abandono nas últimas seis provas de 2017.

 
Ricciardo, contudo, dá toda a força a Max e acredita que o holandês vai reagir e dar a volta por cima em breve. O sorridente australiano lembrou que os problemas que causaram os abandonos de Verstappen até o momento não tiveram nenhuma influência do piloto.
 
“Obviamente, ele passa por uma fase difícil, sem sorte, mas ele guia bem e acho que ele sabe disso. Ele perdeu muitos pódios e pontos, mas tenho certeza de que ele vai se recuperar”, declarou o quarto colocado no Mundial de Pilotos em entrevista ao site holandês ‘GP Update’.
Max Verstappen tem o apoio de Daniel Ricciardo para dar a volta por cima na F1 (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
Daniel soma 92 pontos, enquanto Verstappen, com todo o azar e os problemas em 2017 até agora, tem menos da metade: apenas 45.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Mais experiente que seu companheiro de equipe, Ricciardo aconselhou Verstappen a continuar “persistindo e sendo forte” e garantiu que vai apoiá-lo até o fim. “Vamos seguir nos pressionando ao limite juntos, já que vai ser bom para os dois e para a equipe em si ao passo em que a temporada vai avançando”, comentou.

 
“Vestappen teve duas corridas seguidas, nas quais ele estava em ótimas posições, e as coisas não deram certo. Ele não tem culpa”, finalizou Daniel, procurando tirar dos ombros do colega qualquer tipo de pressão pela recente falta de sorte na F1.
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube