Ricciardo muda tom e fala em ser paciente em momento de crise da Red Bull: “Temos que baixar as expectativas”

Após desabafo no Canadá, Daniel Ricciardo contou que reavaliou a situação e entendeu que precisa ser paciente. Australiano afirmou que adoraria tentar voltar a vencer com a Red Bull

Depois de expressar sua frustração com a atual forma da Red Bull, Daniel Ricciardo baixou o tom. Nesta quinta-feira (18), durante a coletiva de imprensa da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) na Áustria, o australiano reconheceu que precisa ser paciente.
 
Decepcionado com o 13º lugar conquistado no GP do Canadá, Ricciardo cobrou mudanças profundas na Red Bull e mostrou, inclusive, que não está disposto a esperar eternamente pela solução dos problemas do time.
Daniel Ricciardo falou que tem de ter paciência com momento da Red Bull (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Às vésperas da etapa da Áustria, casa da Red Bull, Daniel lembrou que vivia uma situação melhor no ano passado, mas agora é hora de diminuir as expectativas e tentar fazer o melhor possível com o que tem em mãos.
 
 “Ano passado estava bem melhor sentar nessa coletiva”, comentou. “Temos que reavaliar as nossas expectativas. Tivemos um ponto baixo no Canadá. Infelizmente, agora temos que baixar as expectativas, não tentar um pódio”, lamentou.
 
“Temos que tentar tudo para maximizar o nosso potencial e levar o time de volta para a frente o mais cedo possível”, defendeu. “Algumas atualizações funcionam, umas mais rápido que outras. São coisas que demoram e você espera que isso mude rapidamente. O Canadá não foi bom, mas espero conseguir melhorar neste fim de semana e, qualquer que seja a posição, vou tentar me manter focado e seguir em frente”, continuou.
 
Além disso, Ricciardo contou que reavaliou a situação vivida no circuito Gilles Villeneuve e entendeu que este é o momento de ser paciente.
 
“Expressei alguma frustração, era uma espiral negativa, tive o pior fim de semana na F1. Mas voltei para a Europa depois da corrida, reavaliei tudo, e infelizmente algumas vezes você precisa ser paciente”, comentou. “Adoraria tentar chegar ao degrau mais alto de novo com eles. É ser paciente, trabalhar com a equipe. Liberar frustração na pista, se possível, de uma forma positiva”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube