Rosberg ainda se queixa e diz que Hamilton o colocou para fora da pista em manobra “extremamente agressiva”

Nico Rosberg foi ainda mais longe nas queixas contra Lewis Hamilton pelo toque entre ambos na primeira curva do GP dos EUA, em Austin. O alemão acusou e disse que o agora tricampeão o colocou para fora da pista intencionalmente em uma manobra "extremamente agressiva". Lewis Hamilton se defendeu

Nico Rosberg ainda não engoliu a disputa com Lewis Hamilton na primeira curva do GP dos EUA, realizado neste domingo (25), em Austin. Largando da pole, o alemão se viu espremido pelo companheiro de Mercedes e os dois chegaram a se tocar antes de Nico escapar da pista e cair para o quinto posto. O lance não foi decisivo para a vitória do inglês, que conseguiu ainda assegurar seu terceiro título na F1, mas serviu para esquentar os ânimos na garagem da equipe alemã.
 
Falando sobre o episódio, o filho de Keke não usou meias palavras e disse que "Lewis estava tentando me colocar para fora da pista". O piloto ainda classificou a ação do colega de "extremamente agressiva" naquele momento da corrida. 
Rosberg ficou de cara amarrada no pódio americano (Foto: Getty Images)
"Eu estava na frente no meio da curva, e isso é o ponto crucial", disse Rosberg aos jornalistas logo após a prova. "Se eu estou na frente, então tenho direito de estar ali. Ele estava tentando me jogar para fora da pista, mas eu não estava saindo, porque tinha o direito de estar ali. Então, ele veio para cima de mim, e isso definitivamente é ir longe demais", afirmou.
 
Hamilton assumiu a liderança naquele momento, enquanto Nico perdia posições. Também tentando explicar o episódio, Lewis se defendeu e disse que não teve a intenção de colocar o adversário para fora da pista. 
 
"Estava realmente muito perto de Nico no começo. Não foi a intenção, nós dois fomos longe demais. E ele estava no lado de fora, estava virando e eu não, por isso acabamos batendo", declarou o inglês.
 
Apesar do confronto inicial, Rosberg foi capaz de retomar a liderança da corrida na parte final, mas um erro na curva 15 acabou colocando tudo a perder. Hamilton o superou e seguiu firma rumo ao triunfo, o décimo da temporada. Nico não escondeu o desapontamento.
 
"É muito difícil perder uma corrida como essa, ainda mais por um erro que eu cometi. Realmente isso nunca me aconteceu antes, é estranho e definitivamente difícil", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube