F1

Rosberg coloca vitórias em segundo plano e diz que “clima harmonioso” basta para Bottas renovar com Mercedes

Trazer vitórias ou harmonia? Nico Rosberg acredita que, se Valtteri Bottas precisar escolher um dos dois, é mais negócio apostar na segunda opção. O alemão pensa que a Mercedes busca para Lewis Hamilton um parceiro que não cause problemas

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Valtteri Bottas abriu 2019 com a missão de se transformar na Fórmula 1. O finlandês surgiu ‘bad boy’ na Austrália, vencendo corrida e mostrando nova postura, tudo para mostrar que merece um novo contrato com a Mercedes. Nico Rosberg, antecessor do finlandês na escuderia, só tem uma ressalva a fazer: mais do que trazer resultados, Bottas precisa mostrar que é capaz de manter clima harmonioso em Brackley.
 
“Cada ano é importante e sempre serão anos difíceis contra o Lewis [Hamilton]”, comentou Rosberg, entrevistado pelo jornal britânico ‘Daily Mail’. “Claro que é importante que o Valtteri [Bottas] siga com boas performances, siga mostrando que pode vencer corridas e também brigar pelo título. Dito isso, Valtteri não precisa estar no mesmo nível que o Lewis para merecer seguir na equipe, desde que tudo funcione bem e seja harmonioso”, destacou.
Valtteri Bottas é o que a Mercedes busca para o futuro? (Foto: Twitter/Sky Sports)
Depois de anos turbulentos na relação interna de Hamilton com o próprio Rosberg, Bottas trouxe calmaria para a Mercedes. O finlandês tem relação normal com o britânico e não causa problemas. Além disso, Valtteri topou ajudar Lewis com ordens de equipe quando necessário nos últimos dois anos.
 
“Se ele criar uma ótima atmosfera e for um bom apoio para o Lewis no campeonato, isso também é algo de alto valor. Existem várias formas de ele levar os méritos e ficar na Mercedes”, seguiu Rosberg.
 
O contrato vigente de Bottas com a Mercedes se encerra ao fim de 2019. O principal adversário do finlandês pelo novo acordo aparenta ser Esteban Ocon, piloto reserva da equipe prateada após dois anos convincentes como titular da Force India.