Rosberg reconhece superioridade de Hamilton em Monza e admite culpa por perda da pole: “Não fui rápido o bastante”

Nico Rosberg estava com cara de total insatisfação por ter perdido a pole-position do GP da Itália para Lewis Hamilton. Sem paciência para responder aos jornalistas na coletiva da FIA, Rosberg apenas cravou que Lewis foi mais rápido que ele jamais conseguiu

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Como de costume, o piloto da cara mais fechada entre os primeiros colocados é o da Mercedes que não ficou com a pole-position. Neste sábado (3), não foi diferente. Nico Rosberg andou na frente de Lewis Hamilton no TL2 da sexta-feira e foi isso. No resto das sessões, Lewis sobrou. Rosberg, sem resposta para o companheiro em Monza, sabe que não foi rápido o bastante.

 
Claramente descontente, Nico não estava muito no clima de falar. Perguntado se sabia o motivo de ter ficado tão atrás, quase 0s5, respondeu que foi porque Hamilton fez boas voltas. Era realmente tudo o que ele tinha condições de falar antes de proferir impropérios aos jornalistas, a julgar pelas feições.
Nico Rosberg larga em segundo (Foto: Reprodução/Twitter)
"Acredito que a melhor explicação é que ele deu algumas boas voltas, é isso", disse. "Eu tive um final de semana decente até agora e dei boas voltas também hoje, só não fui rápido o bastante", seguiu.
 
De fato, não foi. Mas é difícil que pudesse ter sido, especialmente em pistas de pé pesado, um traço tão importante da personalidade do piloto que divide a garagem com ele. 
 
Separados por nove pontos, Hamilton e Rosberg seguem travando uma das brigas por título mundial mais duras dos últimos anos. O GP da Itália está marcado para as 9h (de Brasília) do domingo, e o GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL.
 
PADDOCK GP #44 DEBATE VITÓRIAS DE ROSBERG EM SPA E DE RAHAL NO TEXAS

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube