Às vésperas da estreia pela Red Bull, Ricciardo se diz confiante em rodar entre ponteiros da F1

Perto de sua estreia como piloto da Red Bull, Daniel Ricciardo admitiu que será difícil bater Sebastian Vettel, mas acredita que se tiver um bom carro, poderá rodar entre os ponteiros sem nenhum problema

Daniel Ricciardo foi escalado pela Red Bull para assumir a vaga de Mark Webber ao lado de Sebastian Vettel e está confiante de que poderá provar seu valor com o bólido rubro-taurino. Durante o período que passou na Toro Rosso, o australiano ganhou fama por seu desempenho nos treinos classificatórios, mas acredita que, com o carro certo, poderá se manter na ponta. 
 
Na visão de Ricciardo, o carro da Toro Rosso perdia muito rendimento aos domingos, mas quando o ritmo de corrida foi compatível com a classificação, ele não teve problemas em mostrar um bom desempenho. 
Ricciardo acredita que se tiver o carro certo, poderá se manter na ponta com uma boa classificação (Foto: Getty Images)
“Acho que as corridas neste ano em que tivemos um carro compatível com a nossa velocidade de classificação, o que, infelizmente, não aconteceu sempre, mas aconteceu algumas vezes, como em Silverstone, na China e em alguns outros lugares, eu entreguei e fiz jus a velocidade do carro”, avaliou Ricciardo em entrevista à revista britânica ‘Autosport’. “No ano que vem, se me derem o carro certo e eu o colocar na primeira fila, estou confiante de que poderei ficar lá”, continuou. 
 
Questionado se sentia que algumas vezes tinha superado a performance da Toro Rosso na classificação, mas o carro tinha voltando ao seu ritmo normal durante a corrida, Daniel respondeu: “Você descreveu de maneira educada, mas eu concordo com isso”.
 
Futuro companheiro de um tetracampeão, Ricciardo sabe que terá muito trabalho para superar Vettel, mas tenta não passar a imagem de que está assustado com o desafio. 
 
“Nós dois, principalmente no ano passado, fomos muito fortes na classificação em comparação com os nossos companheiros de equipe, então pode ser uma boa batalha”, comentou. “Acho que se eu mostrar velocidade, especialmente no início, tudo correrá bem”, avaliou Daniel.
 
“As corridas virão, mas acho que elas têm que vir de qualquer forma nos últimos seis meses do ano”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube