F1

Sainz lamenta ausência de manobra na última volta na transmissão da F1

O 10º lugar no GP de Abu Dhabi foi suficiente para Carlos Sainz ficar à frente de Alexander Albon no Mundial de Pilotos, e o ponto veio com uma ultrapassagem sobre Nico Hülkenberg na última volta, porém, a manobra não foi exibida na transmissão da TV

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Carlos Sainz, da McLaren, foi 10º colocado no GP de Abu Dhabi, e o ponto conquistado foi suficiente para ficar na sexta posição no Mundial de Pilotos, se colocando à frente de Alexander Albon e Pierre Gasly, e virando o primeiro nome fora do eixo Mercedes/Ferrari/Red Bull a penetrar no top-6 desde 2015.
 
E o ponto veio de forma dramática, com uma ultrapassagem sobre Nico Hülkenberg, da Renault, na última volta. Sainz precisou de um segundo pit-stop já na metade final da corrida, e precisou remar para entrar na zona de pontos novamente. No entanto, o espanhol ficou chateado pelo fato da manobra não ter sido mostrada na TV.
 
"Não vou falar muito sobre, mas acho que todo mundo falou sobre a batalha pelo sexto lugar o fim de semana inteiro. A luta esteve na última volta, em uma das últimas curvas e não mostraram. Claro que é estranho tanta expectativa pelo sexto lugar, mas no fim, não foi mostrado na TV", disse o piloto da McLaren, que somou o primeiro pódio da carreira no GP do Brasil, disputado no último dia 17.
Carlos Sainz (Foto: McLaren)
Sainz estava no top-10 quando fez um pit-stop na volta 41, 15 restantes para o fim da corrida. Ele detalhou a ultrapassagem que valeu ponto sobre Hülkenberg no final da curva 11 do último giro da prova, considerado como o último ponto possível para manobras valendo posições.
 
"Eu me aproximei o suficiente do Nico para tentar uma manobra na curva 9, decidi recolher para tentar na 11, mas não tive uma saída na 10 como esperava. Cheguei tarde e muito longe, vi o espaço, mas era pouco. Pensei que se tinha dado certo com o Pérez, tentaria fazer dar certo com o Nico. Tentei e deu certo", citou o espanhol, que terminou com 96 pontos.
 
"É muito louco que no fim do campeonato, estamos brigando na última volta na última oportunidade de ultrapassagem da pista", completou.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.