Sainz lamenta ausência de manobra na última volta na transmissão da F1

O 10º lugar no GP de Abu Dhabi foi suficiente para Carlos Sainz ficar à frente de Alexander Albon no Mundial de Pilotos, e o ponto veio com uma ultrapassagem sobre Nico Hülkenberg na última volta, porém, a manobra não foi exibida na transmissão da TV

Carlos Sainz, da McLaren, foi 10º colocado no GP de Abu Dhabi, e o ponto conquistado foi suficiente para ficar na sexta posição no Mundial de Pilotos, se colocando à frente de Alexander Albon e Pierre Gasly, e virando o primeiro nome fora do eixo Mercedes/Ferrari/Red Bull a penetrar no top-6 desde 2015.
 
E o ponto veio de forma dramática, com uma ultrapassagem sobre Nico Hülkenberg, da Renault, na última volta. Sainz precisou de um segundo pit-stop já na metade final da corrida, e precisou remar para entrar na zona de pontos novamente. No entanto, o espanhol ficou chateado pelo fato da manobra não ter sido mostrada na TV.
 
"Não vou falar muito sobre, mas acho que todo mundo falou sobre a batalha pelo sexto lugar o fim de semana inteiro. A luta esteve na última volta, em uma das últimas curvas e não mostraram. Claro que é estranho tanta expectativa pelo sexto lugar, mas no fim, não foi mostrado na TV", disse o piloto da McLaren, que somou o primeiro pódio da carreira no GP do Brasil, disputado no último dia 17.
Carlos Sainz (Foto: McLaren)
Sainz estava no top-10 quando fez um pit-stop na volta 41, 15 restantes para o fim da corrida. Ele detalhou a ultrapassagem que valeu ponto sobre Hülkenberg no final da curva 11 do último giro da prova, considerado como o último ponto possível para manobras valendo posições.
 
"Eu me aproximei o suficiente do Nico para tentar uma manobra na curva 9, decidi recolher para tentar na 11, mas não tive uma saída na 10 como esperava. Cheguei tarde e muito longe, vi o espaço, mas era pouco. Pensei que se tinha dado certo com o Pérez, tentaria fazer dar certo com o Nico. Tentei e deu certo", citou o espanhol, que terminou com 96 pontos.
 
"É muito louco que no fim do campeonato, estamos brigando na última volta na última oportunidade de ultrapassagem da pista", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube