Sainz vê insegurança com carro após 5º em Nürburgring: “Nunca me senti na briga”

Apesar de top-5 em Nürburgring, Carlos Sainz não ficou satisfeito com resultado. Piloto sentiu que poderia brigar por pódio se estivesse mais confortável com o carro, que passou por atualizações

Carlos Sainz completou o GP de Eifel, disputado em Nürburgring, na quinta posição. O espanhol da McLaren teve uma grande recuperação em relação ao grid de largada, já que partiu do décimo lugar.

Apesar dos bons pontos somados para a McLaren, Sainz lamentou a falta de conforto que teve com o MCL35, que passou por atualizações para a etapa de Nürburgring. O espanhol crê que um pódio seria possível.

“[Posso ficar feliz] depois de ontem e depois das 60 voltas que tive hoje. Não tinha um bom sentimento durante o fim de semana, nunca me senti na briga pelo pódio que estava na minha frente. Tenho de ficar feliz, extraímos o máximo do carro. Estive perto do pódio, mas não me senti bem com o carro, especialmente com os pneus esfarelando”, comentou Sainz, que é 11º na temporada.

Carlos Sainz foi ao top-5 no GP de Eifel (Foto: McLaren)

Após as críticas ao novo pacote da McLaren, Carlos admitiu que ele e a equipe precisam trabalhar muito nas próximas semanas para descobrir o que acontece de errado com o carro. O GP de Portugal está marcado para o dia 25 de outubro.

“Essa é a maior interrogação que temos, se a sexta-feira serviria para desenvolver o pacote, se estaria melhor que agora, ou se o pacote não está trabalhando como deve. É a maior interrogação que temos para as próximas semanas. Precisamos de muito trabalho”, concluiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube